Josias Pereira
@josiaspereira
16/09/20
14h11

No radar

Cruzeiro sonda situação de Alan Ruschel para suprir carência na lateral-esquerda

Atleta, de 31 anos, tem contrato com a Chapecoense até o fim do ano, e ainda estuda possibilidade de renovação com o time catarinense

Alan Ruschel é um dos sobreviventes da tragédia da Chapecoense — Foto: AFP
Josias Pereira | @josiaspereira
16/09/20 - 14h11

Em busca de uma opção para a lateral-esquerda, já que hoje conta atualmente apenas com o jovem Matheus Pereira, de 19 anos, o Cruzeiro sondou a situação do experiente Alan Ruschel, de 31 anos, um dos grandes nomes da Chapecoense. Em contato com a reportagem do Super.FC, o staff do atleta confirmou uma sondagem feita diretamente a Alan pelo Cruzeiro na última segunda-feira. 

Apesar disso, nenhuma proposta oficial chegou à Chapecoense e nem aos representantes do lateral-esquerdo. A possibilidade de uma investida foi praticamente descartada nos bastidores da Toca. "À Chapecoense realmente não chegou nenhum contato do Cruzeiro ou por meio do atleta", destaca Paulo Ricardo Magro, presidente do conselho administrativo do time catarinense, em contato com a reportagem. 

Alan Ruschel tem contrato com a Chapecoense até o fim do ano, e chegou a receber recentemente uma proposta do Avaí. Mesmo com a possibilidade de Ruschel assinar com outra equipe, Paulo Magro afirma que a situação ainda não foi colocada em discussão pelo Verdão do Oeste. 

"Ele ainda tem contrato em vigor com a Chapecoense, e ainda não discutimos com ele o assunto (renovação ou propostas de outros clubes)", salientou o dirigente catarinense. 

Alan Ruschel esteve em campo na partida da Chapeceoense contra o Cruzeiro neste ano, quando o time do Sul do país venceu a Raposa por 1 a 0, no Mineirão. O jogador trabalhou com Ney Franco no Goiás, em 2019, e seria uma indicação do próprio técnico celeste. Na Série B deste ano, o lateral-esquerdo entrou em campo em seis confrontos. Recentemente, em entrevista ao canal Fox Sports, ele comentou sobre a situação do Cruzeiro na Série B e o que a Raposa precisava para conquistar o acesso. 

"Se eu falar, vou entregar a receita do bolo para os caras, né? (risos) O Campeonato Brasileiro da Série B é muito mais disputado e pegado. No futebolda Série B, se tu não competir, geralmente as coisas ficam mais difíceis. Só qualidade, hoje, não resolve. O Cruzeiro, infelizmente, acabou caindo no ano passado. Uma grande equipe, com grande plantel, mas, de repente, faltou competitividade, e é isso que faz com que a Série B seja tão acirrada. As equipes têm que entrar com o espírito de competir. Essa é a principal receita", observou o jogador.  

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000