Josias Pereira
@supernoticia
06/03/19
10h00

Time perigoso

Sem se iludir: jornalista do Olé vê Huracán apostando tudo na Libertadores

Nicolás Migliavacca também aponta possível escalação do time contra o Cruzeiro, na quinta-feira

Huracán vem de cinco jogos sem vitória no Campeonato Argentino — Foto: Twitter oficial/Reprodução
Josias Pereira | @supernoticia
06/03/19 - 10h00

O clima de mistério é total pelos lados do Huracán. O técnico Antonio Mohamed, incumbido de substituir Antonio Alfaro, que fechou com o Boca Juniors-ARG, vem fechando os treinos para a imprensa. Ele tenta contornar uma pequena crise no time, que não vence há cinco jogos no Campeonato Argentino e no último de semana perdeu para o modesto Patronato. Mas é bom a Raposa não se iludir com a possibilidade de uma estreia, de certa forma, tranquila. 

Neste cenário, a Copa Libertadores passa a ser o principal objetivo do time neste semestre. Ao Super FC, o repórter Nicolás Migliavacca, do Diário Olé, deu um panorama da atual situação do Globo e também apontou a possível escalação titular para o jogo no El Palacio, nesta quinta-feira, às 19h, em Buenos Aires. Para o repórter, mesmo com os resultados ruins, a equipe é bastante perigosa e pode impor dificuldades à Raposa. 

"O objetivo máximo do Huracán para este semestre é a Copa Libertadores. O time volta a disputar o torneio e estreia justamente contra o Cruzeiro, um rival que o time já conhece e que já enfrentou nesta mesma fase, a de grupos, empatando no Brasil (0 a 0) e conquistando uma vitória em Parque Patrícios (3 a 1), ambos em 2015. Esse Huracán vem golpeado, não vem muito bem na Superliga Argentina, Antonio Mohamed promoveu uma mudança de ares no time, todavia, ao mesmo tempo, os resultados não foram bons. O time ganhou apenas uma partida, vem de derrota para o Patronato, um time que luta contra o rebaixamento no Campeonato Argentino. Mas para esta partida, o Huracán colocará o melhor. Acredita-se que para esta partida o time deverá ser Antony Silva; Chimino, Mancinelli, Salcedo e Walter Perez, um dos jovens do clube, ou então Araújo, um dos jogadores históricos da instituição. No meio de campo jogariam Carlos Auzqui, jogaria Rossi, Damonte e o colombiano Roa. À frente entrariam em campo Lucas Gamba e Lucas Barrios, que já ganhou a Copa Libertadores quando estava no Grêmio", analisou o jornalista. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000