Estadão Conteúdo
@otempo
19/04/21
17h46

Até breve

Fora do Grêmio, Renato Gaúcho faz carta de agradecimento e promete voltar

O clube demitiu o treinador na última semana, depois da eliminação na fase prévia da Copa Libertadores, e encerrou uma passagem de mais de quatro anos

Renato se tornou o treinador que mais vezes comandou o Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio
Estadão Conteúdo | @otempo
19/04/21 - 17h46

O técnico Renato Gaúcho divulgou nesta segunda-feira (19) uma carta para comentar a saída do Grêmio. O clube demitiu o treinador na última semana depois da eliminação na fase prévia da Copa Libertadores e encerrou uma passagem de mais de quatro anos. No comunicado, o técnico agradeceu ao Grêmio e disse que um dia pretende voltar ao cargo.

“O Grêmio não me chama, o Grêmio me convoca. Sempre foi assim e sempre vai ser. Foram quase cinco anos de muita dedicação, de muito trabalho e, principalmente, de muitas alegrias”, escreveu o técnico. Ao fim da carta, Renato disse que sempre continuará torcendo pelo time e com orgulho da trajetória construída tanto como jogador como no papel de treinador. “Obrigado a todos e até breve!”, acrescentou.

No texto, Renato menciona jogadores, dirigentes e funcionários do clube nos agradecimentos. O técnico relata até mesmo um episódio vivenciado no último sábado. Apesar de já ter sido demitido, o treinador continuava em um hotel em Porto Alegre para cumprir a quarentena obrigatória por ter sido diagnosticado com a covid-19. Renato foi surpreendido com a chegada dos jogadores ao seu quarto.

“O grupo inteiro ‘invadiu’ o meu quarto do hotel para me abraçar. Ainda bem que o coração está em dia. Tive de expulsar eles depois da uma da manhã. E ainda queriam fazer churrasco para mim na segunda-feira. Mas aí não vou aguentar”, contou. “Esse é o meu grupo! Não é fácil ficar quase cinco anos sem ter nenhum problema com jogador”, completou o treinador.

Renato acumulou títulos importantes nesta última passagem pelo Grêmio. Os principais deles foram a Copa Libertadores de 2017 e a Copa do Brasil de 2016. O treinador já havia comandado o clube anteriormente, porém foi neste trabalho que conseguiu resultados melhores e se consolidou ainda mais como ídolo. “Se hoje sou o treinador com mais jogos no comando do clube, e isso é uma alegria que não cabe dentro do peito”, disse.

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000