Estadão Conteúdo
@otempo
15/03/21
12h40

Impasse

Campeonato Paulista: após reunião com governo, FPF aciona MP para liberar jogos

Nesta segunda-feira, FPF e representantes do governo conversaram sobre a paralisação do futebol, que foi suspenso por determinação do Estado

Eventos esportivos foram suspensos em São Paulo por conta da pandemia — Foto: Rodrigo Corsi/ Paulistão
Estadão Conteúdo | @otempo
15/03/21 - 12h40

A decisão sobre a continuidade do Campeonato Paulista ficará sob responsabilidade do Ministério Público (MP). Na manhã desta segunda-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) e representantes do governo estadual conversaram sobre a paralisação do torneio por causa da pandemia da covid-19. Após o encontro, a FPF ouviu que para a disputa ser liberada será necessário ter o aval do MP.

O Estadual está suspenso a partir desta segunda-feira, quando começou a vigorar os 15 dias da fase emergencial em todo o Estado de São Paulo. No encontro, os dirigentes da FPF reforçaram a existência de cuidados médicos e de testes e ainda insistiram na importância econômica que representa a continuidade da competição para os clubes e funcionários.

Porém, durante a conversa os representantes do governo explicaram que a recomendação para se paralisar a competição veio do procurador-geral do MP, Mario Sarrubbo. Por isso, a FPF deve conversar na tarde desta segunda-feira com o órgão para negociar a continuidade. Caso não seja possível, a saída será levar as partidas para outros Estados durante o período de 15 dias de suspensão.

Na terça-feira, a FPF vai se reunir com os presidentes dos clubes para debater a tabela e a acomodação dos jogos pelas próximas semanas. O provável é que o encontro entre São Bento e Palmeiras, na quarta-feira, seja transferido de Sorocaba para Belo Horizonte. Durante o período da fase emergencial em São Paulo, estipulado para durar de 15 a 30 de março, estão previstos 25 jogos.

A reunião desta segunda pela manhã foi convocada na última quinta, quando o governador João Doria determinou que a partir de 15 de março teria início a fase emergencial em todo o Estado. Ainda na semana passada, os clubes haviam manifestado o interesse de jogar algumas partidas em outro Estado caso não fosse possível disputar os compromissos em São Paulo. Inicialmente, o Rio de Janeiro foi sondado. Depois, a alternativa passou a ser Belo Horizonte.

A determinação para suspender as atividades entre os dias 15 e 30 de março coincide com as 5ª, 6ª e 7ª rodadas. A competição poderia ser retomada normalmente em São Paulo a partir da 8ª rodada, marcada para 31 de março. Fora o Campeonato Paulista, a determinação para suspender atividades coletivas interfere também na realização de jogos da Copa do Brasil. Duas partidas que estavam previstas para serem disputadas nesta semana, foram transferidas.

O encontro entre Mirassol e Red Bull Bragantino será disputado na quinta-feira em Cariacica (ES). Já a partida entre Marília e Criciúma, saiu do interior de São Paulo e será realizada agora em Varginha (MG).

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000