Estadão Conteúdo
30/11/21
21h33

Mais um

Sport é rebaixado para a Série B do Brasileirão com vitória do Juventude

Time pernambucano pode alcançar até 42 pontos, mesma pontuação do Athletico-PR, mas perderia no número de vitórias

Sport foi campeão brasileiro em 1987 — Foto: Sport / divulgação
Estadão Conteúdo
30/11/21 - 21h33

No duelo que abriu as disputas do Brasileirão, na noite desta terça-feira (30), o Red Bull Bragantino perdeu a chance de seguir tranquilo no G-6. Isso porque, jogando fora de casa, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), o time paulista acabou derrotado pelo Juventude, pelo placar de 1 a 0. Ricardo Bueno, ainda no primeiro tempo, fez o gol que fez o time gaúcho respirar contra a zona de rebaixamento e de quebra, ainda decretou o rebaixamento do Sport que com este resultado não tem mais chances de se salvar.

Com o resultado, o Juventude subiu para 14ª colocação com 43 pontos, abrindo três de vantagem para o Bahia, que tem 40 e é o primeiro time dentro da degola. O Sport, ficou com 33 e não consegue mais se livrar do rebaixamento. O time pernambucano pode alcançar até 42 pontos, mesma pontuação do Athletico-PR, mas perderia no número de vitórias. Já o Red Bull Bragantino segue estacionado em quinto com 53, mas pode perder a vaga no G-6 - zona de classificação para a Libertadores de 2022 - no decorrer destes jogos atrasados do Brasileirão.

Mesmo jogando fora de casa, foi o Red Bull Bragantino que começou a partida tomando as rédeas do jogo com uma marcação alta e dificultando a saída de bola do Juventude. Mas, com o passar do tempo, o time gaúcho foi ganhando mais espaço e conseguiu equilibrar a partida.

Tanto que a primeira chance de gol saiu pelos lados dos donos da casa. Aos 35 minutos, Guilherme Castilho foi derrubado na área por Jadsom Silva e depois de analisar o VAR, o árbitro marcou pênalti. Ricardo Bueno foi para a cobrança, mas chutou para fora

No apagar das luzes do primeiro tempo, o atacante conseguiu se redimir e abriu o placar aos 44 minutos. Ele recebeu um toque açucarado na entrada da área, girou para cima do marcador e bateu no cantinho do goleiro Cleiton, que ainda viu a bola bater na trave antes de entrar.

Na volta do intervalo, o ritmo caiu um pouco, com os times trocando passes no meio-campo e buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Mas, isso só foi acontecer aos 16 minutos, quando Luan Cândido cruzou na área e encontrou Ytalo, livre. Mas, o atacante cabeceou para fora, perdendo uma grande chance para o Red Bull Bragantino empatar.

A partir daí, os times começaram a se lançar em contra-ataques, mas sem sucesso. Em um desses lances, Ricardo Bueno alegou ter recebido uma cotovelada de Aderlan e a houve confusão entre os jogadores, mas os ânimos logo foram acalmados. Depois disso, não houve tempo para mais nada e o Juventude venceu por 1 a 0, com muita comemoração de mais de 18 mil torcedores.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da reta final do Brasileirão. Na sexta-feira, o Juventude visita o Fortaleza, na Arena Castelão, às 21h. Já no domingo, o Red Bull Bragantino também joga fora de casa quando encara o Atlético, no Mineirão, às 16h.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000