José Luiz Júnior
@jluiz_junior
01/08/21
01h25

É do Brasil!

Bruno Fratus: “Finalmente medalhista olímpico”

Bruno Fratus nadou os 50m em 21s57; Michael Andrew ficou com a prata (21s55) e Caleb Dressel levou o ouro (21s07)

Bruno Fratus exaltou o povo brasileiro — Foto: Jonne Roriz/COB
José Luiz Júnior | @jluiz_junior
01/08/21 - 01h25

O nadador brasileiro Bruno Fratus, atleta do Minas Tênis Clube, escreveu um capítulo importante em sua carreira, na prova em que é especialista, os 50m livre. Após bater na trave em Londres-2012, ficando em 4º lugar, e a frustrante 6ª colocação no Rio de Janeiro-2016, o nadador brasileiro, enfim, pendurou a medalha de bronze peito.

Bruno Fratus caiu na piscina na noite deste sábado (31) e nadou os 50m em 21s57. Por muito pouco, não levou a prata, que ficou com o norte-americano Michael Andrew (21s55). O campeão olímpico foi o outro norte-americano, Caleb Dressel (21s07), que bateu o recorde olímpico. O recorde mundial da prova é do brasileiro Cesar Cielo: 20s91.

Após a conquista do bronze, Bruno Fratus soltou o grito, ainda na piscina e, ao sair da prova, comemorou muito a medalha.

“Esse grito estava entalado desde 2011, meu primeiro Mundial. Depois de 2012, naquela olimpíada do quase. Depois do Rio, principalmente. Foi um grito de finalmente. Finalmente medalhista olímpico. Realizei o meu sonho, que começou quando eu tinha 11 anos de idade e não teria sido sem o suporte, sem o amor, sem a torcida de todo mundo que sempre esteve ao meu lado e não teria sido sem as palavras de quem duvidou também. Essa é para vocês também”, disse o nadador, em entrevista ao canal Sportv.

A ex-nadadora olímpica Michelle Lenhardt é esposa de Bruno Fratus e também a treinadora do atleta, que falou da parceria entre entre eles e do apoio dos pais.

“Eu estou há uma semana sem dormir. A molecada sempre me pergunta o que eu faço para não ficar nervoso e eu sempre digo que não tem jeito. Eu estou há uma semana muito nervoso e foi justamente o que a Michelle me falou antes de entrar no balizamento que foi: ‘Eu te amo, vai ser feliz e, independente, do que acontecer hoje, a gente vai ser feliz’. E foi isso que pensei a prova inteira. Mãe, eu te amo, valeu muito a pena ter saído de casa em 2007. Pai, obrigado por me comprar uma passagem só de ida quando eu quis sair de casa. Obrigado ao COB, ao Minas Tênis Clube e às centenas de pessoas que sempre estiveram comigo”.

Bruno seguiu comemorando a medalha da insistência e da persistência e finalizou a entrevista falando como o povo brasileiro é exaltado no exterior. 

“Os caras é grande, mas nós é ruim, né? Aqui é Brasil, choveu, fez sol, mas não tem essa. Se é para deixar uma mensagem, é que Brasil, nós somos o melhor povo, somos o melhor país. Todo mundo de fora paga pau para o povo brasileiro. A gente é muito capaz. Assim como eu fiz hoje, se permitam ser o povo que a gente pode ser, o país que a gente pode construir. A gente está entre os melhores do mundo. Não deixamos a desejar. ”, encerrou o brasileiro.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000