Ofensas e perseguição

Homem que ofendeu Gilberto Gil na Copa do Catar será investigado

Polícia Federal abriu um inquérito para apurar possíveis crimes coletivos por Ranier Felipe dos Santos Lemache

Por O Tempo Entretenimento
Publicado em 01 de março de 2023 | 18:05
 
 
 
normal

A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar os possíveis crimes cometidos pelo empresário Ranier Felipe dos Santos Lemache,  acusado de provocar e agredir verbalmente o cantor Gilberto Gil, de 80 anos, e sua esposa, a empresária Flora Gil, 62, durante a Copa do Mundo do Catar. 

O homem, de 43 anos, foi identificado pelas redes sociais, após ter imagens divulgadas na internet. Nos registros da época, Ranier aparece vestindo a camisa da Seleção Brasileira com o nome de “Papito Rani” e exaltando o ex-presidente Jair Bolsonaro. No vídeo, também é possível ouvir “Vamos, Lei Rouanet” e uma voz xingando Gil: "obrigado, filho da...".

O homem será investigado pelos crimes de discriminação contra pessoa idosa, exibição ou veiculação de informações ou imagens depreciativas ou injuriosas de idoso. Conforme o portal G1, existe a possibilidade de Ranier ser incluído também o delito de injúria com base em elementos de raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência. 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!