Catedral destruída

Notre-Dame celebrará a primeira missa depois do incêndio

A missa será fechada ao público e ocorrerá em uma capela lateral com número restrito de pessoas por razões de segurança

Ter, 11/06/19 - 15h37
Na manhã desta terça-feira (16), o porta-voz do corpo de bombeiros de Paris anunciou que o incêndio está totalmente apagado

A catedral de Notre-Dame receberá no próximo sábado (15) sua primeira missa depois do incêndio ocorrido em abril deste ano que destruiu partes da construção.

Segundo a diocese de Paris, a missa será fechada ao público e ocorrerá em uma capela lateral com "número restrito de pessoas, por óbvias razões de segurança".

Cerca de 20 pessoas assistirão à cerimônia, incluindo padres e cônegos. Conduzida pelo arcebispo de Paris, Michel Aupeti, a missa será transmitida em um canal televisivo francês.

A escolha da data da cerimônia decorre do aniversário da consagração do altar da catedral, celebrado anualmente no dia 16 de junho.

Emmanuel Macron, presidente da França, estabeleceu o objetivo de restaurar a catedral em cinco anos, e a Assembleia Nacional francesa já fixou em projeto de lei o prazo estabelecido por ele. A pressa está relacionada à realização dos Jogos Olímpicos de 2024, que ocorrerão em Paris e estão marcados para julho.

O incêndio de 15 de abril consumiu o telhado da construção parisiense. A restauração da estrutura tem provocado discussões na França entre aqueles que querem dar um ar moderno à catedral e os que preferem que a construção seja construída exatamente como era.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Causou revolta
Blocos
Libra
Armamento
Perigo
Decisão
Relações Exteriores
Primeira vítima fatal
Assustados
Orgulho LGBT