4 a 1 na volta

Bayern faz 7 a 1 no Chelsea no agregado e avança na Liga dos Campeões

'Como acontece em vários jogos do time, Lewandowski foi o principal nome da partida, com dois gols e duas assistências

Bayern terá dura missão na próxima fase da Champions
Folhapress | @otempo
08/08/20 - 20h09

Depois de vitória por 3 a 0 no jogo de ida, o Bayern de Munique confirmou sua vaga nas quartas de finais da Liga dos Campeões com vitória em casa por 4 a 1 sobre o Chelsea na tarde deste sábado (8). Como acontece em vários jogos do time, Lewandowski foi o principal nome da partida, com dois gols e duas assistências.A exemplo dos demais confrontos desta semana válidos pela Liga dos Campeões, a partida entre Bayern de Munique e Chelsea não contou com torcida.

Mesmo assim, o time alemão foi superior e abriu vantagem. A equipe também soube controlar a velocidade e a intensidade do jogo para não passar por sustos. Na próxima fase, deve haver um duelo de gigantes. O Bayern pega o Barcelona, que venceu por 4 a 2 no placar agregado.

A missão do Chelsea era bastante complicada por causa da desvantagem, e a situação piorou com Lewandowski abrindo o placar logo aos 9 minutos. Mesmo cozinhando o jogo, o time teve mais uma chance, com Müller, até que uma bobeira de Kovacic permitiu o segundo gol.

O Chelsea não conseguia incomodar, mas descontou numa infelicidade de Neuer. Em cruzamento forte e rasteiro pela direita, o goleiro alemão soltou a bola nos pés de Abraham, que estava dentro da pequena área. O atacante do Chelsea só teve o trabalho de rolar para as redes.

Mas o jogo era do Bayern de Munique, que terminou o primeiro tempo com 62% de posse de bola e conseguiu 8 finalizações contra 2 do adversário.
O Chelsea precisava de quatro gols em 45 minutos. O quase milagre não foi possível porque o Bayern de Munique não deu chances. Considerado o melhor time do confronto, os alemães se impuseram nas duas partidas.
O Chelsea pouco assustou -parecia que o time alemão, se apertasse, iria disparar no placar. Mesmo mais acomodado, o time chegou ao terceiro gol com Tolisso, aos 30 minutos. A classificação estava construída.

Principal atacante do futebol alemão há algumas temporadas, Lewandowski mostrou sua importância nos dois jogos de oitava de final. Na ida, ele marcou um sobre o Chelsea na Inglaterra, antes da parada por causa da Covid-19, em 25 de fevereiro.

Neste sábado, ele abriu o placar de pênalti, depois de ser derrubado na área pelo goleiro rival. Bateu alto e no canto, sem chances para Caballero. Pouco depois, Müller tomou a bola de Kovacic no campo de ataque próximo da área.


Ele acionou Lewandowski, que teve calma para ver como o sistema defensivo do Chelsea se posicionava. Exposto, os zagueiros tentaram fazer a cobertura e abriram espaço para Perisic. O atacante fez a bola chegar até ele na cara do goleiro. Aos 23 minutos do primeiro tempo, a classificação estava mais que encaminhada.

O Bayern de Munique chegou ao terceiro gol depois de um cruzamento de Lewandowski. O atacante achou Tolisso livre nas proximidades da pequena área, que só teve que escorar para as redes. Ele ainda achou tempo para fazer mais um, de cabeça, numa performance à altura de sua reputação.
O duelo da próxima fase promete muito mais dificuldade ao Bayern de Munique -o clube enfrentará o Barcelona, de Messi. Por causa da pandemia de Covid-19, o confronto será decidido em jogo único, marcado para a sexta-feira (14), no estádio da Luz, em Lisboa.