Mudanças

Elon Musk suspende proibição de anúncios políticos no X, antigo Twitter

A norma havia sido criada antes de o magnata comprar a plataforma, com o objetivo de evitar a desinformação

Por Agências
Publicado em 29 de agosto de 2023 | 21:33
 
 
 

Elon Musk suspendeu, nesta terça-feira (29), a proibição de anúncios políticos na rede social X, antigo Twitter. A norma havia sido criada antes de o magnata comprar a plataforma, com o objetivo de evitar a desinformação.

O X explicou que permitir anúncios políticos, a começar pelos Estados Unidos, representa um novo passo em seu “compromisso com a liberdade de expressão”. A rede social de Musk ressaltou que proíbe a divulgação de informações falsas ou enganosas, incluindo aquelas destinadas a minar a confiança em uma eleição.

O retorno das mensagens políticas potencialmente enganosas ao X ocorre menos de uma semana após a primeira publicação do ex-presidente americano Donald Trump na nova plataforma. O então Twitter suspendeu o republicano após a invasão ao Capitólio, em 2021, quando determinou que ele havia violado a política da plataforma sobre enaltecimento da violência.

Musk, que comprou a rede social no ano passado, permitiu em novembro que Trump entrasse no X, mas o ex-presidente manteve-se afastado da plataforma, optando por interagir com seus apoiadores em sua própria rede, a Truth Social, que tem uma audiência muito menor.

O X informou que está ampliando suas equipes de segurança e eleições, para se concentrar na luta contra a manipulação da plataforma, e que irá proporcionar um centro digital no qual os anúncios políticos poderão ser revisados.

Musk reduziu drasticamente sua equipe após comprar o Twitter, o que gerou dúvidas sobre a sua capacidade de moderar o conteúdo e funcionar de forma confiável. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!