Tragédia

Explosão em mina da carvão deixa sete soterrados na Colômbia

Acidente aconteceu a 90km de Bogotá; a causas ainda não foram esclarecidas, mas há suspeita de acúmulo de gases

Por Agência
Publicado em 20 de abril de 2023 | 15:40
 
 
 

Três pessoas morreram e quatro estão desaparecidas em uma mina de carvão no município de Cucunubá, no centro da Colômbia, após uma explosão em dois túneis conectados, informaram as autoridades nesta quinta-feira (20). 

O acidente ocorreu por volta de 01h00 (03h00 no horário de Brasília) nessa cidade aproximadamente 90 quilômetros ao norte de Bogotá, e afetou um total de 11 pessoas, segundo dados oficiais.

A Cruz Vermelha da Colômbia informou a "recuperação de três corpos sem vida" e que quatro mineiros ainda estão presos e seu estado de saúde é desconhecido.

Outros quatro foram resgatados com vida e encaminhados "para os diferentes centros de atendimento" da região, disse Álvaro Farfán, capitão do corpo de bombeiros do departamento de Cundinamarca, onde ocorreu a explosão.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram uma coluna de fumaça saindo de um buraco no meio da noite, enquanto algumas pessoas se aproximam com cuidado, iluminando o local com lanternas.

Segundo o governador de Cundinamarca, Nicolás García, a explosão afetou as minas El Roble e El Manto, que estavam interligadas.

Acúmulo de gases

As causas da explosão ainda estão sob investigação, mas o prefeito de Cucunubá, José Martínez, adiantou que entre as primeiras hipóteses está o acúmulo de gases.

As tragédias de mineração são frequentes na Colômbia, especialmente nas explorações ilegais de Cundinamarca e em outros departamentos do centro e nordeste do país.

Em entrevista à emissora Caracol, o governador García informou que o acidente ocorreu "em uma área autorizada para mineração tradicional, com título de mineração em nome de uma pessoa comum com autorização", mas se está "verificando se além de ter o título legal, houve o cumprimento dos requisitos de operação".

O Ministério de Minas e Energia registrou 1.262 acidentes desse tipo de 2011 a maio de 2022, com uma média de 103 mortes por ano.

O acúmulo de gases é o motivo mais comum de acidentes de mineração no país, o maior produtor de carvão da América Latina.

Tragédias frequentes

A Defensoria do Povo, entidade estatal que vela pelo respeito aos direitos humanos na Colômbia, lamentou o ocorrido em uma mensagem no Twitter e confiou "no pronto regaste das demais pessoas presas".

Em meados de março, uma explosão no município de Sutatausa, também em Cundinamarca, deixou 21 mortos em uma das piores tragédias desse tipo nos últimos anos na Colômbia.

Cucunubá e os municípios próximos têm uma importante tradição mineradora. Seus habitantes optam por esta atividade, que oferece salários melhores do que o salário mínimo colombiano de pouco mais de 200 dólares (1.009 reais, na cotação atual).

As organizações sociais denunciam, constantemente, as más condições de trabalho dos trabalhadores das minas de empresas nacionais e multinacionais.

Pelo menos 130 mil pessoas trabalham na mineração legal na Colômbia, segundo dados do Ministério de Minas e Energia. Petróleo e minerais são os principais produtos de exportação nacional. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!