violência

Homem ataca crianças e adultos com uma faca em Dublin, na Irlanda

As agressões aconteceram perto de uma escola e o suspeito foi preso; cinco pessoas foram hospitalizadas

Por Agências
Publicado em 23 de novembro de 2023 | 16:24
 
 
 
normal

Cinco pessoas, incluindo três crianças, foram hospitalizadas nesta quinta-feira (23) após uma agressão com faca em Dublin, informou a polícia irlandesa, descartando qualificar o ataque de "terrorista".

Segundo os primeiros elementos da investigação, um homem agrediu várias pessoas no começo da tarde, informou, durante coletiva de imprensa, Liam Geraghty, chefe da polícia local.

O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, anunciou que um suspeito foi detido. Segundo a polícia, trata-se de um homem de 50 anos, que foi hospitalizado.

A polícia não procura "ninguém mais", disse Geraghty, destacando que os investigadores descartam qualquer motivação "terrorista" após os primeiros elementos da investigação.

"Parece ser um ataque isolado, cujas razões temos que elucidar", afirmou, referindo-se ao uso de uma faca. "No entanto, não podemos dar mais informações sobre a natureza das lesões", acrescentou.

Os fatos ocorreram perto de uma escola, segundo a imprensa irlandesa.

As cinco vítimas foram levadas para vários hospitais da área da capital irlandesa, segundo a polícia.


- Choque -
"Todos estamos chocados com os acontecimentos na Parnell Square", declarou o premiê irlandês em um comunicado, no qual expressou que seus "pensamentos e orações" estão com as vítimas e suas famílias.

"Os fatos deste caso estão sendo esclarecidos. Os serviços de emergência reagiram muito rapidamente e chegaram em minutos", prosseguiu.

As vítimas são um homem, uma mulher e três crianças pequenas.

Segundo a polícia, uma menina de cinco anos e a mulher, na casa dos 30, estão "gravemente" feridos. Um menino de cinco anos pôde deixar o hospital.

Um cordão de segurança foi estabelecido pela polícia ao redor do local do incidente, no centro da capital irlandesa.

"Sem pensar, atravessei a rua para ajudar", contou Siobhan Kearney, testemunha do ataque, à RTE.

Segundo seu relato, o agressor foi desarmado com a ajuda de um jovem. "Outro homem pegou a faca e o afastou dali" para entregá-lo à polícia, disse.

"Duas crianças e a mulher foram levadas para dentro da escola" de onde vinham, acrescentou Kearney, que descreveu a cena como confusa.

De acordo com a testemunha, o agressor foi contido no chão, com a ajuda de várias pessoas.

A chefe do Sinn Fein, Mary Lou McDonald, terceira força política no Parlamento irlandês, se disse "horrorizada" com os fatos e afirmou ter se reunido com o chefe do estabelecimento, chamado Gaelscoil Choláiste Mhuire, a quem comunicou seu apoio à comunidade educacional.

Também expressou sua "solidariedade" com as famílias das vítimas e elogiou a rápida resposta da polícia.

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!