Odor

Homem é acusado de agressão em voo após fugir de passageiro peidorreiro; entenda

Ao saber da confusão, piloto resolveu retornar ao aeroporto de origem quatro horas após a partida; o responsável pelas flatulências, até o momento, não se manifestou

Por O Tempo
Publicado em 27 de março de 2023 | 18:42
 
 
 
normal

Um homem enfrenta investigação federal, nos Estados Unidos, após agredir um comissário de voo e fazer com que o avião retornasse para o aeroporto de embarque quatro horas após a decolagem. A briga entre os dois teria começado depois que o agressor tentou mudar da classe econômica para a executiva porque o passageiro do seu lado estava peidando constantemente e o odor forte o incomodou demais

O caso aconteceu no Aeroporto Internacional de Miami em janeiro deste ano. O voo destinava-se a Londres, e quase todos os lugares estavam ocupados. O passageiro Becon, que possuia um lugar na classe mais barata, se sentiu muito indisposto devido ao forte fedor das flatulências de seu vizinho e encontrou um lugar na classe executiva, onde se acomodou. 

Um comissário de voo descobriu a manobra e foi até o passageiro questionar a mudança. O incômodo era tanto que o passageiro estava disposto a efetivar o upgrade para classe executiva naquele momento, porém foi informado que não seria mais possível. 

A partir daí uma discussão teria iniciado entre os dois. Supostamente, Becon teria utilizado linguagem vulgar para ofender o profissional e também cuspiu no rosto dele. Segundo uma comissária, que também trabalhava no voo "Becon começou a caminhar para a parte de trás do avião, em direção à última fila, gritando obscenidades para o resto da tripulação de voo na cozinha. Ele então se sentou em um assento econômico", alega o depoimento.

Quando o piloto do avião foi informado do que se passava, ele desviou e retornou para o ao aeroporto após quatro horas do embarque. Assim que pousaram, Becon foi levado sob custódia sob acusações federais de agressão e interferência a tripulação de voo. O homem que soltou as flatulências, até o momento, não se manifestou. (Com informações de Miami New Times)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!