México

Menina de três anos acorda dentro de caixão e causa desespero no próprio velório

A menor foi socorrida pelo serviço médico de urgência e apresentava frequência cardíaca de 97 batimentos por minuto. Contudo, foi declarada morta novamente

Por O TEMPO
Publicado em 14 de dezembro de 2022 | 14:36
 
 
 
normal

Uma menina de 3 anos de idade declarada morta chocou as pessoas presentes em seu velório após a mãe notar que ela ainda respirava dentro do caixão. O caso foi registrado em Villa de Ramos, no México.

Segundo relatos, foi a mãe da criança Mary Jane Mendoza que percebeu que o vidro do caixão estava embaçado. Depois a sogra também notou que os olhos da menina estavam se mexendo.

Após o incidente, a menor foi socorrida pelo serviço médico de urgência e apresentava frequência cardíaca de 97 batimentos por minuto. Contudo, foi declada morta novamente.

Ao jornal mexicano El Universal, Mary Jane revelou que a filha estava sentindo dores no estômago, febre e vômitos. No pediatra, a criança foi diagnosticada com desidratação. Porém, continuou sentindo os mesmos sintomas e foi levada para mais dois outros hospitais e faleceu. 

"Dez minutos depois eles a deram como morta, não fizeram nem eletrocardiograma. Cheguei e peguei minha bebê, ela ainda me abraçou, senti a força da minha menina, mas daí tiraram ela de mim e me disseram: 'É só isso, deixe que descanse em paz'", contou. 

De acordo com a imprensa mexicana, a família da menina entrou na Justiça alegando que Camila Roxana Martínez foi vítima de negligência médica.

 

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!