Guerra

Rússia impediu chegada de armas estrangeiras à Ucrânia

Foram feitos bombardeios maciços para promover corte de energia em território ucraniano

Por AFP
Publicado em 17 de dezembro de 2022 | 11:05
 
 
 
normal

O Exército russo afirmou neste sábado (17) ter impedido o fornecimento de armas estrangeiras às forças ucranianas, com ataques maciços realizados no dia anterior na Ucrânia, causando cortes de energia em todo o país.

"Na sexta-feira, 16 de dezembro, um ataque maciço com armas de alta precisão foi realizado contra os sistemas de comando militar ucraniano, complexo militar-industrial e instalações de energia", disse o Ministério da Defesa em um comunicado. 

"O alvo foi atingido. Todos os locais designados foram atingidos", segundo a mesma fonte. 

"Após o ataque, o fornecimento de armas e munições de fabricação estrangeira foi impedido e o avanço das reservas (forças ucranianas) para as zonas de combate foi bloqueado. A operação das empresas de fabricação e reparo de armas foi suspensa", afirma o comunicado. 

Na sexta-feira, a Ucrânia anunciou que havia sofrido novos ataques de mísseis russos que causaram cortes de água na capital Kiev e apagões em todo o país, mergulhados em um frio congelante. 

A União Europeia denuncia estes ataques como "crimes de guerra".

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!