trégua

Rússia inicia cessar-fogo na Ucrânia nesta sexta

Vladimir Putin anunciou “paralisação temporária da guerra’ depois que o patriarca da Igreja ortodoxa russa, Cirilo, pediu a suspensão dos combates pelo Natal ortodoxo, que é celebrado no sábado

Por Agência
Publicado em 06 de janeiro de 2023 | 07:56
 
 
 
normal

Teve início o cessar-fogo temporário decretado unilateralmente pelo presidente russo, Vladimir Putin, na Ucrânia durante o Natal ortodoxo, a partir das 9h GMT (6h em Brasília), ante o ceticismo de Kiev. Nos termos desta trégua, anunciada na véspera, as tropas russas baixarão as armas até as 21h GMT (18h em Brasília) de sábado (7).

Putin anunciou um cessar-fogo depois que o patriarca da Igreja ortodoxa russa, Cirilo, pediu a suspensão dos combates pelo Natal ortodoxo, que é celebrado no sábado. 

"Levando-se em consideração o chamado de Sua Santidade o patriarca Cirilo, instruí o ministro da Defesa a ordenar um regime de cessar-fogo ao longo de toda linha de contato entre os lados na Ucrânia", afirmou Putin, conforme comunicado divulgado pelo Kremlin.O anúncio de Putin foi recebido com ceticismo pelas autoridades ucranianas. 

O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, considerou que é uma "desculpa para conter o avanço" das tropas de Kiev na região do Donbass e levar "equipamentos, munições e aproximar os homens das nossas posições". (AFP)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!