Guerra

Ucrânia denuncia maior ataque com drones russos desde o início da invasão

A Força Aérea ucraniana derrubou 71 drones lançados durante a noite de sábado (24) pela Rússia; cinco pessoas ficaram feridas,

Por Agências
Publicado em 25 de novembro de 2023 | 17:45
 
 
 

A capital da Ucrânia, Kiev, foi alvo, na madrugada deste sábado (25), do maior ataque russo com drones desde o início da invasão em fevereiro de 2022, deixando cinco feridos e dezenas de edifícios sem eletricidade.

O bombardeio ocorreu no dia da comemoração na Ucrânia do Holodomor, a grande fome da década de 1930, durante a era soviética, considerada um "genocídio" orquestrado por Joseph Stalin, que resultou na morte de milhões de ucranianos.

Neste sábado de manhã (25), a Força Aérea da Ucrânia afirmou ter derrubado 71 drones de ataque Shahed de fabricação iraniana lançados durante a noite pela Rússia.

"A maioria deles foi destruída na região de Kiev", afirmou.

Cinco pessoas, incluindo uma criança de 11 anos, ficaram feridas, disseram autoridades locais, garantindo que foi o "ataque mais massivo desde o início da invasão" da Ucrânia.

O alerta aéreo na capital durou seis horas, e a queda de destroços de drones causou incêndios e danos em vários prédios, acrescentou o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko.

"O inimigo continua semeando o terror", lamentou. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!