Camisa 11

Vargas volta a ser opção no Atlético; Felipão e Victor comentam permanência

Chileno decidiu ficar na Cidade do Galo e cumprir o seu contrato

Por Gabriel Moraes
Publicado em 10 de março de 2024 | 05:00
 
 
 
normal

Dado como um jogador descartável pela torcida nos últimos tempos, o atacante Eduardo Vargas voltou a ser uma opção para o técnico Felipão no Atlético. Prova disso é que ele entrou no fim do jogo diante do América, nesse sábado (9/3) – alteração vaiada por parte da torcida presente na Arena MRV.

Independentemente da opinião popular, os membros do clube dão indícios que o jogador ainda faz parte dos planos, especialmente devido às suas qualidades, que o fizeram ser convocado novamente para a sua seleção nacional mesmo sem estar tendo uma boa sequência de jogos.

"Ele está tendo chances. Não sou só eu que vejo o Vargas como um bom jogador, pois ele foi convocado novamente para a seleção do Chile. Provavelmente isso aconteceu porque o técnico deles viu no Vargas alguns de seus bons atributos", disse Luiz Felipe Scolari.

Conforme o comandante, se Vargas vai para os jogos e entra em campo, é porque a comissão técnica acha que ele pode ajudar o time. "Se ele é relacionado e tem as chances de trabalhar conosco, eu confio plenamente. Se ele apresentar o rendimento como eu acho que precisa ser, eu vou utilizá-lo", falou.

Explicação foi corroborada pelo diretor de futebol do Galo, Victor Bagy. "Ele fez a escolha dele e tem potencial. Prova disso é a convocação. Treinando bem, ele estará disponível, e a decisão de colocá-lo é do Felipão", completou.

Em 2024, Eduardo Vargas, de 34 anos, atuou durante alguns minutos na primeira partida da temporada, na derrota por 2 a 1 para o Patrocinense. Depois, ele ficou um tempo sem ser relacionado e voltou a jogar diante do Coelho, na fase classificatória do Campeonato Mineiro.

Entre o fim de fevereiro e o início de março, negociou uma ida para o Fortaleza, por isso, não foi para o jogo contra o Ipatinga, que garantiu a classificação à semifinal. Porém, o camisa 11 resolveu não dar prosseguimento e permaneceu na Cidade do Galo para cumprir o seu contrato, válido até o final deste ano.

No clube desde 2020, ele tem 132 jogos disputados com a camisa alvinegra, tendo marcado 24 gols e dado 12 assistências. Sua passagem durante esse tempo, é de altos e baixos.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!