Duda Gonçalves
@otempo
22/07/21
06h30

Z-4

Pela recuperação, Alan Ruschel projeta América ‘agressivo’ contra o Grêmio

Coelho está na décima sétima posição da tabela e enfrenta o adversário direto do Z-4 do Campeonato Brasileiro

Alan Ruschel tem dez jogos pelo América sendo três deles como titular com Cauan de Almeida e Mancini — Foto: Divulgação / América
Duda Gonçalves | @otempo
22/07/21 - 06h30

Pontuar. Essa é a missão do América daqui em diante para conquistar a tão sonhada permanência na Série A. Vindo de três derrotas, o time terá mais um confronto decisivo pela frente, no próximo sábado (23), às 17h, na Arena Independência, pela 13ª rodada.

“Postura agressiva. A gente respeita a equipe do Grêmio, é uma grande equipe, um adversário dificílimo, poucos adversários vão conseguir conquistar pontos em Porto Alegre, e vamos ter que adotar essa postura para conseguir o resultado positivo que nos interessa. Sabemos o quanto precisamos de uma vitória no campeonato, mas se a gente quer algo grande dentro da competição, temos que começar a fazer algo diferente”, declarou o lateral-esquerdo Alan Ruschel, em entrevista à TV Coelho.

Fazer algo de diferente é o discurso adotado pelos jogadores do América nas últimas semanas, mas apesar disso, os resultados não melhoraram e o time voltou ao Z-4, o que , para Alan Ruschel, é um cenário incômodo.

“O que nos incomoda é a falta de resultado, porque no desempenho estamos fazendo bons jogos, mas o resultado, a gente acaba deixando escapar no detalhe. Foi assim nos dois últimos jogos, a gente fez uma boa partida, mas o resultado acabou escapando e o adversário acabou conseguindo fazer o gol, foi assim com o Atlético, com o Sport”, relembrou Ruschel.

O jogador não está errado. O gol do Sport saiu em um erro defensivo do América, nos minutos finais do segundo tempo de jogo, erro cometido de forma frequente pela equipe. Mas o lateral destaca que o erro é do conjunto. “Às vezes a falha acontece lá atrás, mas ela vem desde a frente porque quando perde, perde todo mundo, quando ganha, ganha todo mundo. E não é um que errou e vai ser crucificado”, afirmou.

O momento pede empenho e confiança no trabalho de Vagner Mancini e sua comissão técnica, para que o América possa superar a má fase e as falhas deixem de ocorrer. “A gente não pode deixar de acreditar no trabalho que está sendo feito porque daqui a pouco as coisas começam a melhorar. A bola que não está entrando vai entrar, e a gente vai engatar uma sequência boa de resultado positivo para de vez engrenar no campeonato e sair dessa zona que está desconfortável para todo mundo”, concluiu Ruschel.

O jogador, que foi contratado em maio, ganhou sequência com Vagner Mancini sendo titular nos dois últimos jogos pelo Brasileirão. Mas para Ruschel não há muitos motivos para celebrar, devido ao momento que o time atravessa.

“Acho que o atleta trabalha para o reconhecimento pessoal e profissional, e comigo não é diferente. Mas não adianta nada o Alan estar vivendo um bom momento se a equipe não está. Eu trocaria as boas atuações por uma sequência melhor do time, do clube, por vitórias”, ressaltou.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000