Josias Pereira
@supernoticiafm
11/04/19
08h14

Sem salto alto

'As coisas se igualam': jogadores do Cruzeiro refutam favoritismo em final

Após goleada na Libertadores, Raposa pensa em decisão do Mineiro contra maior rival; Atlético vive momento de turbulência, mas todo o cuidado é pouco

Elenco do Cruzeiro está prevenido quanto ao clima de euforia com os últimos resultados — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Josias Pereira | @supernoticiafm
11/04/19 - 08h14

Depois da sonora goleada sobre o Huracán por 4 a 0, no Mineirão, em partida válida pela quarta rodada do grupo B da Copa Libertadores, os jogadores do Cruzeiro já viram a chave para a grande decisão do Campeonato Mineiro, no próximo domingo, quando a Raposa encara o rival Atlético, no Mineirão. 

Apesar de viver uma fase muito superior à do rival, que foi goleado pelo Cerro Porteño-PAR por 4 a 1, também nessa quarta-feira, e está em uma complicadíssima situação no que tange à uma vaga às oitavas da Libertadores, os jogadores do Cruzeiro pregam respeito e atentaram para um clássico equilibrado. O Atlético possui a vantagem e ainda tem o mando de campo do segundo e decisivo jogo; 

"Esse triunfo (4 a 0 sobre o Huracán) aqui é importante para nós, a gente chega confiante, mas no clássico não tem favoritismo. É um jogo grande, a gente tem que se dedicar, trabalhar, e focar no jogo de domingo que é muito importante para nós", pontuou o volante Lucas Romero. 

Fábio lembrou as circunstâncias da final do ano passado para pedir atenção aos seus companheiros. A Raposa foi derrotada no primeiro jogo por 3 a 1 e precisou de uma vitória por 2 a 0 no segundo jogo, no Mineirão, uma vez que o time celeste poussía o mando para ser campeão. 

"Chega uma decisão, grandes equipes, se iguala 50-50 a força das duas equipes, a gente teve o ano passado um exemplo muito forte quando perdemos a primeira partida por 3 a 1, e mesmo assim conseguimos um belo resultado e no final tivemos êxito conquistando o título. Foram jogos difíceis e detalhes definiram a partida tanto para nós quanto para eles. Se a gente não tivesse feito o gol lá no final da partida ou se tivéssemos sofrido outros gols, com certeza ia ficar muito mais difícil de você reverter", analisa o camisa 1. 

"Quando chega uma decisão, os jogadores que estão aqui e lá também são experientes e sabem que a responsabilidade é igual", concluiu Fàbio. 

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000