Josias Pereira
@supernoticiafm
07/03/19
09h00

Chegou a hora

Huracán x Cruzeiro: Rodriguinho vai em busca de seu 1º gol em Libertadores

Jogador teve um "meio gol" em 2018, pelo Corinthians, mas o tento foi contra

Rodriguinho durante treinamento no complexo esportivo do Nuevo Gasómetro, nessa quarta-feira — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Josias Pereira | @supernoticiafm
07/03/19 - 09h00

Sem a presença de Thiago Neves, caberá ao meia Rodriguinho, a principal contratação do Cruzeiro para esta temporada, a função de ser o maestro do time celeste na estreia na Copa Libertadores. Este será o 13º jogo do jogador na disputa continental e, além do título inédito para a carreira, ele ainda busca outra marca no certame: balançar as redes. Em 2018, antes de partir para o Pyramids, do Egito, a arbitragem acabou "tirando" um gol de Rodriguinho na vitória do Corinthians sobre o Deportivo Lara por 2 a 0, ainda na fase de grupos da Libertadores. Após cruzamento da ponta direita, o venezuelano Pernía desviou a trajetória da bola e o gol acabou sendo contra. 

“Já está na hora de tirar isso daí. Espero primeiro fazer uma boa Libertadores, estrear bem, quem sabe com um gol para poder ajudar os companheiros e sair com a vitória de lá, o que já seria muito importante para começarmos com o pé direito e dar continuidade ao trabalho, esperando sempre o melhor e que tenhamos uma boa performance”, disse o meia ao Super FC

A primeira partida de Rodriguinho na Libertadores aconteceu em 2014, quando ele defendia o Grêmio. O meia entrou na segunda etapa da vitória tricolor sobre o San Lorenzo por 1 a 0. 

No total, em 12 jogos, Rodriguinho acumula sete vitórias, dois empates e três derrotas na Libertadores. Seus únicos gols em torneios internacionais foram marcados na Copa Sul-Americana, quando foi às redes com a camisa do Corinthians, em 2017. 

Rodriguinho não conseguiu chegar ao título da Libertadores com o Corinthians e nem com o Grêmio, mas as experiências em jogos complicados e que exigiram muito de seus companheiros serviram para que o meia tirasse lições importantes sobre o torneio. 

"É um campeonato diferente, o contato é bem maior, a dificuldade de poder falar com os árbitros é grande porque querendo ou não eles puxam mesmo para os times argentinos, de outras nacionalidades, com brasileiro é sempre problemático, então a gente tem que tomar muito cuidado para não perder nenhum jogador durante as partidas apesar de ser um jogo muito pegado. Quando nós que chegamos mais forte, os árbitros já querem nos expulsar direto. Tem que ficar ligado para não perder nenhum jogador e não prejudicar a equipe. E depois fazer o nosso jogo, colocar a bola no chão, segurar as provocações, jogar só o nosso futebol, não ficar esperando falta porque eles não dão, mas a gente está bem consciente. Temos um elenco maduro", pontuou Rodriguinho. 

Huracán e Cruzeiro se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h, no estádio El Palacio, em Buenos Aires. A transmissão será exclusiva no Facebook. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000