Josias Pereira
@superfcoficial
04/09/19
07h00

Muita coisa em jogo

Inter x Cruzeiro: a partida que trará reflexos para a sequência do ano azul

Duelo contra o Colorado é válido pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, e Raposa precisa da vitória

Josias Pereira | @superfcoficial
04/09/19 - 07h00

Vale tudo e vale muito. Hoje, contra o Internacional, em Porto Alegre, às 21h30, o Cruzeiro faz o jogo do ano. Uma partida que trará reflexos para toda a sequência do ano do time. A classificação poderá trazer um alívio imediato e a confiança renovada para terminar a temporada com um título de expressão. Já uma eliminação deixa o time com o cenário de luta no Brasileiro e o objetivo de seguir até dezembro se impondo para espantar qualquer tipo de fantasma da degola, além de conviver com a possibilidade de bastidores ainda mais quentes.

Pela história 

Um jogo de valor histórico. A possibilidade de a Raposa emplacar a terceira final seguida e se estabelecer ainda mais isolada como maior campeã da Copa do Brasil. Além disso, o time chegaria à sua nona final, superando momentaneamente o Grêmio, que também tem oito e pode chegar à final do torneio nacional neste ano. 

“É uma disputa de um tricampeonato também, hepta para o Cruzeiro, o maior campeão da Copa do Brasil. O mais importante para mim nisso tudo é deixar meu nome marcado, registrado na história do Cruzeiro, o que é importantíssimo. Vamos fazer de tudo. Vamos lá, vamos enfrentar e, se Deus quiser, fazer um bom jogo”, disse o zagueiro Dedé. 

Pela grana 

Há também o valor financeiro – o que, para o Cruzeiro, neste momento tão periclitante de sua história, é algo de suma importância. Chegar à decisão garante ao time estrelado ao menos R$ 21 milhões, premiação destinada ao vice-campeão. O campeão vai faturar R$ 52 milhões, fora os valores acumulados nas rodadas regressas do torneio. 

Pelo respeito 

Existe o aspecto moral dos jogadores, que buscam dentro de campo recuperar a imagem de respeito que o time estrelado estabeleceu nos últimos anos. 

“Nós temos condições. A gente já vivenciou em um passado bem recente várias situações que a gente conseguiu reverter contra grandes equipes também, e isso daí serve de um alicerce. Sabemos que são situações diferentes, mas um jogo de futebol é determinado ali, dentro dos 90 minutos. A gente vai focado nisso, respeitando o Internacional, mas sabendo que podemos trazer um belo resultado e proporcionar ao nosso torcedor mais uma final”, pontua o experiente Fábio. 

Uma afirmação que também passa por peças do elenco que estão um tanto quanto que “queimados”, como é o caso do lateral Edílson, que pode ter uma chance de jogar com o desfalque de Orejuela, convocado pela seleção colombiana.

Pelo sonho de Ceni 
 

E há também o fator Ceni, que será testado em um mata-mata decisivo e colocará em campo o desejo pessoal de conquistar o único título que lhe falta: a Copa do Brasil. Uma perseguição que teve como algoz o Cruzeiro. E agora a história o coloca como capaz de comandar o time celeste a uma remontada histórica.

“Isso aqui é um momento mágico na carreira de qualquer pessoa, de poder chegar a um clube como o Cruzeiro, bicampeão da Copa do Brasil. Temos esse jogo contra o Inter, em Porto Alegre, com todas as dificuldades, favoritismo pelo resultado do primeiro jogo Talvez tenha sido um dos grandes fatos que me trouxeram aqui. Não se joga fora a oportunidade de ser campeão quando se trata de Cruzeiro", disse o comandante, quando da sua chegada à Raposa.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000