Fernando Martins Y Miguel
@martinsymiguel
26/10/20
11h30

Desempenho

Juventude do Cruzeiro salva o time experiente de Felipão

Técnico da Raposa chegou com discurso de que precisaria colocar em campo jogadores mais rodados, porém, os destaques são os mais novos

Fernando Martins Y Miguel | @martinsymiguel
26/10/20 - 11h30

Depois de destacar que o time do Cruzeiro necessitava de mais experiência para o time sair do 'atoleiro', o técnico Luiz Felipe Scolari vem comprovando que parte da juventude presente no elenco celeste vem sendo capaz de contribuir, e muito, para que o time não saia de campo derrotado.

Nos dois jogos sob o comando do treinador, quem saiu do banco resolveu. E, curiosamente, foram jogadores considerados mais jovens. Diante do Operário, na vitória por 1 a 0, na estreia de Felipeão no comando da Raposa, o jovem Airton saiu do banco para fazer a jogada individual que quebrou com as linhas defensivas do time de Ponta Grossa, e dar assistência para o gol de Arthur Caíke.

Já diante do Náutico, no último domingo, após estar perdendo o jogo por 1 a 0, novamente Airton foi decisivo ao entrar no segundo tempo e, de cabeça, salvar a Raposa da derrota nos Aflitos, aos 40 minutos do segundo tempo.

Mas Airton é só um dos exemplos da juventude que vem salvando o Cruzeiro, ao invés dos experientes que Scolari havia afirmado colocar no time após o jogo contra o Operário.

"Os mais jovens vão sofrer uma dificuldade maior do que os jogadores com mais experiência. Nós não estamos fazendo muito certo as coisas, senão estaríamos em uma situação muito melhor. Sempre fica uma situação para os mais jovens, e eles sentem muito mais. A gente optou por um grupo que seja mais experiente, principalmente do meio para frente, porque nosso meio campo era de garotos", citou Felipão, na semana passada.

Contra o Náutico, o jovem Cacá salvou o time em duas oportunidades em que a bola iria para o gol, depois de já ter passado por Fábio. Além dele, Filipe Machado saiu do banco para fazer o lançamento primoroso para Patrick Brey cruzar na cabeça de Airton na jogada do gol de empate.

Outros jovens que vêm se destacando são os que forma a dupla de volantes. Adriano e Jadsom foram os volantes que mais demonstraram entrosamento nos últimos jogos. E que, apesar da impossibilidade de colocar experientes como Jean e Cabral (já deixaram o clube) e Henrique (lesionado), deram conta do recado e não sentiram o peso da titularidade.

Por outro lado, os experientes como Marcelo Moreno, Sassá e Marquinhos Gabriel vêm tendo dificuldades de encontrarem a regularidade que jogadores rodados normalmente dão à equipes inexperientes.

Apesar disso, Felipão faz questão de tirar a responsabilidade dos jovens nesse momento difícil que o time atravesa - é o 18º colocado com 17 pontos ganhos.

"Nós não podemos enfrentar uma Série B com esse tipo de jogadores sendo os jogadores que são os principais, que vão fazer a diferença. Eles são acessórios. Então, é por isso que nós estamos nessa situação, porque ainda não podemos fazer com que os jogadores mais novos sejam os jogadores mais cobrados na nossa equipe, ou os mais exigidos da nossa equipe", concluiu.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000