Bernardo Lacerda
@Supernoticiafm
13/04/19
08h03

Análise

Mano vê Cruzeiro favorito, crê em Galo abalado, mas fala em final disputada

Treinador reconhece que momento da Raposa é melhor que do rival que está sem treinador, mas pediu calma

Bernardo Lacerda | @Supernoticiafm
13/04/19 - 08h03

O técnico Mano Menezes jogou limpo, assumiu a responsabilidade em relação a final do Campeonato Mineiro e reconheceu que o Atlético chega abalado psicologicamente com a crise no clube. Mas apesar disso, pediu calma, viu a final equilibrada e destacou que o rival tem a seu favor a vontagem pela melhor campanha.

"A gente joga com opiniões favoráveis da mesma maneira que jogamos com opiniões contrárias. Sabemos que essas opiniões não vão resolver o jogo para a gente, nem a favor e nem contra. Esse é o papel da imprensa. E também não tem sentido nenhum nos incomodar com os elogios, pois trabalhamos para ganhar, vencer e conquistar. Quando vem o elogio, temos de saber conviver com ele, pois faz parte da nossa vida, da mesma maneira que as críticas fazem parte. A experiência também nos ensina que na hora do jogo temos que deixar isso de lado e tentar dar mais razão ainda a esses elogios fazendo um bom jogo e lutando por mais uma conquista. Isso sim faz a diferença", disse Mano Menezes.

O treinador reconheceu que está em alerta por enfrentar um rival que está em crise, sem treinador, após demissão de Levir Culpi, mas não sabe o quanto isso poderá incluenciar no clássico. "Isso certamente afeta emocionalmente. Mas não posso te dizer se é positivo ou negativo o efeito que terá. O jogo é que nos vai mostrar", destacou.

"O que as experiências nos mostram é que um clube grande passa situações como essa e às vezes essas coisas não são nem notadas na hora dos 90 minutos. O que vai valer é o ambiente, é o grupo de jogadores que está há bastante tempo junto, é a equipe que vem jogando. Vai haver uma ou duas alterações táticas, pode nem haver. Pode haver uma alteração anímica, porque nessa hora você se junta por estar recebendo críticas fortes. Os grupos são assim, então estamos preparados para tudo", ressaltou Mano Menezes.

E o favoritismo?

Mano Menezes não foge de reconhecer que o momento do Cruzeiro é melhor do que o do rival e que a imprensa vem apontando o clube estrelado como o favorito. Mas para o comandante, isso não é importante e não decide a finall.

"O que coloca um time mais ou menos favorito é o que foi feito agora. Mas o que foi feito até agora não vai jogar. O que foi feito até agora não vai estar em campo nos 180 minutos, nos primeiros 90, não vai estar. O grupo do Cruzeiro é bastante experiente e tem um treinador que já passou por várias situações como essa. Pode elencar aí 100 situações que o favorito perdeu. Que aquele que tinha a melhor campanha perdeu. Nem é o caso, pois o Atlético tem a melhor campanha no Mineiro. Por um momento alguém pode achar que o Cruzeiro está melhor, mas se você olhar outro lado, o Atlético fez a melhor campanha. Está repartido isso", disse Mano Menezes. 

"Não é uma questão de fugir, é que não tem valor. Isso é para o torcedor, é para vocês (imprensa), que têm de fazer suas avaliações. Vocês olham para o que aconteceu e fazem as avaliações. Mas a gente sabe que na hora que começar, nem às vezes quando você faz vantagem no primeiro jogo, no segundo se confirma. Prova disso foi ano passado. Fizemos a melhor campanha, perdemos por 3 a 1 o primeiro clássico, e quando todos achavam que o Atlético ia confirmar (o título), o Cruzeiro, ineditamente, fez uma reversão de dois gols de diferença contra. Não precisa inventar, não é uma questão de fugir disso ou daquilo, mas a gente sabe que o que vai valer é o que as duas equipes vão fazer", ressaltou o comandante celeste.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000