Daniel Ottoni
@dottoni
26/06/20
14h01

Melhor do mundo em 2012

'Heroi sem capa', Neto será estrela do Praia Clube na Liga Nacional de Futsal

Fixo venceu dois tumores há menos de três anos e retorna às quadras seduzido pela chance de seguir perto da filha e defender cidade-natal

Distância de 500m entre sua casa e o Praia Clube foi diferencial para Neto acertar com time de Uberlândia — Foto: Divulgação - Praia Clube
Daniel Ottoni | @dottoni
26/06/20 - 14h01

O período de dois anos afastado das quadras de futsal está entre os melhores da vida do fixo Neto. Mas, ao mesmo tempo em que ele conseguiu aproveitar a presença da filha, motivo que o fez tomar a decisão de se distanciar do esporte, a saudade da bola e da rotina de treino e jogos, bateu. Os convites que apareceram nos últimos meses foram prontamente descartados, mas serviram também para ele ter a certeza de que ainda tinha muito para dar dentro das quatro linhas. 

O plano de voltar a jogar em 2020 foi confirmado com um convite que uniu o que ele mais queria: a bola e a filha. Neto não pensou duas vezes quando apareceu o convite do Praia Clube, de Uberlândia, time da sua cidade natal. "Foram dois anos maravilhosos, os melhores da minha vida. Pude aproveitar minha filha, acompanhar de perto o crescimento dela, não troco isso por nada. Se pudesse fazer isso mil vezes, faria sem pensar. Mas a saudade do futsal esteve sempre presente. Estou de volta", conta. 

"Tudo casou perfeitamente. O convite veio na hora certa, a rotina de treinos e jogos me motiva muito e não sei se voltaria a jogar com tanta facilidade se o convite viesse de um outro clube. Deus está escrevendo minha história de um jeito muito bacana, as coisas deram certo. Vou poder treinar e ver minha filha todos os dias, eu moro a 500m do clube. As coisas coincidiram a meu favor", comemora o jogador, eleito o melhor do mundo em 2012. 
Neto será a grande estrela do time do Triângulo, que volta a disputar a Liga Nacional de Futsal (LNF) depois de ausência de nove anos.

O jogador deixou para trás o diagnóstico de câncer no cérebro, em 2017, quando atuava no Cazaquistão. Logo em seguida, a mesma doença lhe acometeu, agora no pulmão, fazendo dele um 'herói sem capa' por voltar a jogar em alto nível pouco tempo depois. "Eu sabia que este momento da volta do Praia ia chegar, a cidade respira futsal. A diretoria se mobilizou e fico feliz que isso tenha acontecido agora. Se demorasse um pouco mais, não sei se eu teria físico e a mesma vontade", brinca.

Neto, neste período, resolveu passar sua experiência de vida em palestras para empresas. A função segue ativa na sua vida, mas agora com menos intensidade. "É muito legal dividir essa experiência e motivar outras pessoas. é um legado que o esporte deixa. Quero seguir contando minha história", sinaliza. 

O fixo espera jogar por, no mínimo, mais dois anos. No Praia, ele terá a missão de ser a referência do técnico Morcego dentro de quadra. "A maioria dos atletas são de Uberlândia e vamos entrar para fazer o nosso melhor. Não dá pra colocar meta. A ideia é ganhar jogos das equipes do nosso nível e tentar incomodar os grandes. Temos aspirações pra chegar no lugar mais longe que for possível", projeta. 
 

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000