DA REDAÇÃO
@superfcoficial
26/09/20
14h13

Na ponta

Richarlison marca, Everton vence fora e lidera o Inglês

A vítima da vez foi o Crystal Palace, derrotado por 2 a 1 neste sábado (26)

DA REDAÇÃO | @superfcoficial
26/09/20 - 14h13

 

Ninguém segura o Everton neste início de Campeonato Inglês. Três jogos, 100% de aproveitamento e a liderança garantida graças a um gol do brasileiro Richarlison. Depois de desbancar o Tottenham, de José Mourinho, fora de casa, com 1 a 0, e golear o West Bronwich, por 5 a 2, a vítima da vez foi o Crystal Palace, derrotado por 2 a 1.


Convocado pelo técnico Tite para os jogos inaugurais das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, Richarlison vem mostrando em campo, com gols, que merece defender as cores da seleção.

O atacante, ex-Fluminense, chegou ao terceiro gol em quatro jogos na temporada - um pela Copa da Liga Inglesa. Desta vez, cobrando pênalti para definir o 2 a 1, aos 40 do primeiro tempo. Logo aos 10 minutos, Calvert-Lewin havia colocado o Everton em vantagem, mas Kouyate empatou aos 26.

Com 100% de aproveitamento, o Everton soma nove pontos e lidera o Campeonato Inglês. A liderança ainda não é definitiva porque outros times ainda jogam na rodada e também podem ir aos nove pontos. O Crystal Palace perdeu o seu primeiro jogo e parou nos seis pontos.

VITÓRIA MALUCA E SOFRIDA - O Manchester United se recuperou da derrota em casa, na estreia diante do Crystal Palace (3 a 1), num jogo maluco e bem incomum na visita ao Brighton. O gol da vitória veio, por exemplo, apenas após o apito final. Graças a um pênalti marcado pelo VAR em lance anterior.

Bruno Fernandes cobrou com segurança para garantir o suado 3 a 2 Mais uma vez, contudo, o futebol deixou a desejar. As cinco bolas na trave sofridas retratam bem o sufoco passado pelo United. O Brighton ainda teve um pênalti anulado pelo VAR.

Como início arrasador, os donos da casa pararam na trave/travessão três vezes em menos de 30 minutos. Abriram o placar aos 39, em cobrança de pênalti de Maupay. A festa durou pouco para quem merecia a vantagem. Dunk fez contra aos 43.

Rashford fez um golaço, ao passar por dois marcadores e acertar no ângulo, logo aos nove da fase final. Mais duas bolas na trave e o jogo chegou aos acréscimos mais impressionantes da temporada De Gea, que já havia visto Trossard parar na trave, evitou o empate do atacante. Pouco depois, aos 49, March empatou e o resultado parecia definido.

O Manchester deu a largada e arriscou o último ataque. O cruzamento para a área acabou desviando no braço de Maupay, mas o árbitro não viu e apitou o fim do jogo. O VAR, porém, entrou em ação e acusou o pênalti. Bruno Fernandes cobrou bem e garantiu um duro e improvável triunfo ao Manchester.

 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000