Ranking

Quatro dos dez medicamentos mais vendidos no país são para hipertensão arterial

Destacam-se nessa lista os medicamentos losartana, enalapril, atenolol e anlodipino; dia 26 é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Por O Tempo
Publicado em 22 de abril de 2024 | 12:14
 
 
 
normal

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, celebrado em 26 de abril, destaca a importância da conscientização sobre essa condição de saúde comum, mas muitas vezes negligenciada. Segundo Tiago de Moraes Vicente, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos e Biossimilares (PróGenéricos), quatro dos dez medicamentos mais vendidos no Brasil em 2023 estavam indicados para o tratamento de hipertensão arterial.

No dia 26, próxima sexta-feira, é fundamental, segundo especialista, entender não apenas as medidas preventivas, mas também os tratamentos disponíveis, incluindo medicamentos genéricos. A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma condição em que a pressão do sangue nas artérias está cronicamente elevada. Isso pode aumentar o risco de complicações graves, como ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais (AVC), insuficiência cardíaca e danos aos rins.

Confira as litas dos 10 genéricos mais vendidos em 2023 no Brasil

  1. Losartana
  2. Dipirona sódica
  3. Hidroclorotiazida
  4. Nimesulida
  5. Simeticona
  6. Tadalafila
  7. Enalapril
  8. Atenolol
  9. Sildenafila
  10. Anlodipino
     

Destacam-se nessa lista os medicamentos losartana, enalapril, atenolol e anlodipino, que são para tratamento para hipertensão arterial. 

Sobre a PróGenéricos

Fundada em janeiro de 2001, a Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos e Biossimilares (PróGenéricos) congrega os principais laboratórios que atuam na fabricação e na comercialização desses produtos no país. Sem fins econômicos, a organização tem como missão contribuir para a melhoria das condições de acesso a medicamentos no Brasil, através da consolidação e da ampliação do mercado de genéricos e de biossimilares.

Juntas, as associadas da PróGenéricos concentram aproximadamente 90% das vendas do segmento de genéricos no Brasil. Articulando-se com diversos setores da sociedade e com instituições públicas e privadas, a PróGenéricos canaliza as ações de suas associadas, promovendo e corroborando o debate público em torno de questões relevantes para o setor da saúde e para o desenvolvimento da indústria farmacêutica no país.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!