Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Negócio

Usina mineira vai armazenar energia solar

Investimento total foi de R$ 22,7 milhões

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
s
Modelo. Usina tem 1.152 painéis; os contêineres vão abrigar as baterias para armazenamento
PUBLICADO EM 16/05/18 - 03h00

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em parceria com a Alsol energias sustentáveis, inaugurou nesta terça-feira (15) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, a primeira etapa da primeira usina fotovoltaica com sistema de armazenamento de energia no Brasil. 

A expectativa é que, além de promover a geração distribuída, quando a usina estiver completamente pronta, seja armazenado até 1 Megawatt de energia. “A vantagem do armazenamento é a de que poderemos estocar energia e garantir qualidade na distribuição mesmo à noite, quando o consumo é maior. Além disso, vamos garantir que as baterias não sejam descartadas prematuramente, o que ocorre com frequência. Dessa forma vamos beneficiar o meio ambiente, promovendo o descarte somente no limite da vida útil da bateria”, disse o gerente de gestão de tecnologia e inovação da Cemig, Frederico Ribas. 

A nova usina conta com 1.152 painéis distribuídos em 2.000 m², além de quatro contêineres de 40 pés, que vão abrigar as baterias para armazenamento. 

A solenidade de inauguração contou com a presença do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). No total, foram investidos R$ 22,7 milhões na nova usina, sendo R$17,5 milhões pela Cemig e R$ 5,2 milhões pela parceira Alsol. A iniciativa é do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Testes. A Cemig informou que a nova usina fotovoltaica já está conectada à rede e produzindo energia. Entretanto, o armazenamento ainda está sendo feito em escala reduzida. “Estamos com um protótipo na usina, com capacidade de armazenamento 200 vezes menor do que a capacidade total. A expectativa é que, em seis meses, todas as baterias da planta estejam em funcionamento”, afirmou o presidente da Alsol, Gustavo Malagoli. 

Sete protótipos armazenadores de energia também serão instalados em instituições parceiras, como a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

Potencial

Solar. O Brasil atingiu a marca histórica de 250 megawatts (MW) de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração solar fotovoltaica em casas, comércio, indústrias e zona rural.

O que achou deste artigo?
Fechar

Negócio

Usina mineira vai armazenar energia solar
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter