Primeiro de Maio

Homem é agredido e incendiado por enganar traficantes na região Norte de BH

Vítima foi castigada e precisou ser encaminhada para o João XXIII

Por O Tempo
Publicado em 18 de abril de 2024 | 06:09
 
 
 
normal

Um homem de 29 anos foi agredido e incendiado nessa quarta-feira (17 de abril) no bairro Primeiro de Maio, na região Norte de Belo Horizonte. O motivo da agressão seria o fato de o homem ter enganado gerentes do tráfico no local. 

O homem foi encontrado na laje de um imóvel em um beco do bairro. A vítima estava nua, com queimaduras por todo o corpo e sangramento na cabeça. Aos policiais, o homem relatou que andava em um beco da região quando levou uma paulada na cabeça. 

Quando o homem já estava caído, suspeitos jogaram álcool na vítima e atearam fogo nela. Em chamas, o homem saiu correndo pelo aglomerado e tirou a roupa. Ele foi socorrido para o Hospital João XXIII. 

Durante o trajeto até o hospital, a vítima relatou que o crime ocorreu por conta de desacertos no tráfico de drogas e que a agressão foi um castigo. Testemunhas contaram que a boca de fumo onde a vítima atua é comandada por três gerentes, que revezam o comando por semanas. Sendo assim, o lucro das drogas é enviado em sua totalidade para o gerente responsável da semana, sendo proibida a venda de drogas que não sejam do gerente responsável da semana.

A vítima, mesmo sabendo dessa situação, teria vendido as drogas de um gerente na semana de outro comandante, o que gerou um prejuízo de R$ 300 para o dono da droga. Dois homens e uma mulher foram identificados como suspeitos, mas não foram presos.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!