ARRANJO PRODUTIVO

Região do Cerrado Mineiro é reconhecida como Arranjo Produtivo Local de café

A formalização foi feita pelo Governo de Minas. Com o título, a Região do Cerrado Mineiro se junta a outros dois APLs mineiros na produção de café: Sudoeste de Minas e Campo das Vertentes.

Por Roberto Meokarem
Publicado em 28 de maio de 2024 | 20:09
 
 
 

 A Região do Cerrado Mineiro foi reconhecida como Arranjo Produtivo Local (APL) com vocação para a cafeicultura. A formalização foi feita pelo Governo de Minas. Com o título, a Região do Cerrado Mineiro se junta a outros dois APLs mineiros na produção de café: Sudoeste de Minas e Campo das Vertentes.

A Região é composta por 55 municípios que abrange mais de 4,5 mil cafeicultores do Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste do estado que têm os cafés especiais como produto de impacto na economia local. São 255 mil hectares de lavouras, responsáveis por 12,7% da produção brasileira de café, e 25,4% da produção mineira, com média de 6 milhões de sacas produzidas anualmente. 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!