Siga-nos nas redes sociais:
Índia

Elefante reúne manada e destrói casa da mulher que matou e pisoteou

Maya Murmu estava retirando água de um poço quando o animal a atacou; ela foi levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos

Seg, 20/06/22 - 13h15
Elefante matou e pisotou corpo de idosa | Foto: Pexels/divulgação

Depois de matar uma idosa de 70 anos e voltar para pisotear o cadáver dela, um elefante reuniu a manada para destruir a casa onde ela morava. O caso foi registrado na vila de Raipal, na cidade de Mayurbhanj, no estado de Odisha, na Índia. A história foi publicada pelo site Opindia.

Maya Murmu estava retirando água de um poço quando o animal a atacou. Ela foi levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Família e amigos esperaram a liberação médica para levar o cadáver de volta à aldeia, onde a idosa seria velada. 

Quando velavam pela mulher, o elefante que a havia matado apareceu no lugar e pisoteou o cadáver dela mais uma vez. Em seguida, o animal se posicionou ao lado do corpo dela e começou a rugir, chamando a manada.

Mais elefantes apareceram e começaram a atacar a casa da idosa. A casa de barro ficou completamente destruída pelos animais. Até algumas cabras da mulher foram mortas na ação dos elefantes. 

O possível ataque do elefante à mulher é desconhecido. Os ataques de elefantes são comuns em Odisha, uma vez que são cada vez mais constantes os conflitos entre homens e os animais. 

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.