Ato convocado por Bolsonaro

Presidente do PL, parlamentares e apoiadores se reúnem em Copacabana

Valdemar Costa Neto discursou rapidamente no trio elétrico nesta manhã; ex-presidente Jair Bolsonaro é aguardado juntamente com seus filhos

Por O Tempo Brasília
Publicado em 21 de abril de 2024 | 10:07
 
 
O ex-presidente Jair Bolsonaro convocou ato para este domingo no RJ Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, e outros parlamentares já estão em Copacabana, no Rio de Janeiro, para o ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (21). 

A orientação para o evento é não atacar nominalmente integrantes do Judiciário. A manifestação também servirá de palanque para pré-candidatos a prefeitos neste ano e prováveis concorrentes nas eleições de 2026 – Bolsonaro está impedido de se candidatar porque foi tornado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 2030. 

Além do próprio ex-presidente, são aguardadas declarações da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) e de dois dos filhos dele, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PL). O pastor Silas Malafaia também discursará, assim como fez em São Paulo, no ato feito em 25 de fevereiro. 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), que foi ao ato em São Paulo, não deverá ir ao Rio por causa das comemorações referentes a Tiradentes, motivo de 21 abril ser feriado nacional.

No mês de fevereiro, o ex-presidente convocou um ato para São Paulo, que foi realizado no dia 25 na avenida Paulista. Depois da manifestação que ocorre neste domingo (21), ainda não foi confirmado se um novo evento de demonstração de apoio a Jair Bolsonaro será convocado para outra localidade do país.