CONDIÇÃO RARA

Atriz pornô diz ter duas vaginas: ‘uma para o trabalho, outra para o meu marido'

A australiana Evelyn Miller já foi acompanhante e, atualmente, ganha mais de R$ 75 mil por semana com produção de conteúdo para sites adultos

Por O Tempo
Publicado em 03 de abril de 2023 | 19:04
 
 
 

Em 2011, a autraliana Evelyn Miller, 31, foi diagnosticada com útero didelfo (ou útero duplo), depois de anos tendo dor durante sexo e com dificuldades para inserir absorventes internos. Atualmente, ela tem uma vida sexual ativa e produz conteúdo para plataformas adultas, como Onlyfans e PornHub, e declara que tem "uma vagina para trabalhar e outra para brincar [com o marido]". 

A condição da influenciadora é rara: além de duas vaginas, ela também tem dois conjuntos de ovários funcionais. "Evitei sexo por tanto tempo - os caras não sabiam o que estavam fazendo e acabavam batendo o pênis contra a minha uretra. Eu simplesmente não sabia o que havia de errado comigo", confessou. Isso ocorre porque, embora todos os pacientes com útero didelfo tenham dois úteros, apenas alguns também têm dois colos do útero e vaginas.

Depois do diagnóstico, Evelyn conta que a ansiedade em relação ao sexo diminuiu e ainda que conseguiu se aceitar. "Onlyfans me ajudou a finalmente aceitar minha condição. Criar conteúdo e deixar as pessoas completamente fascinadas pela minha condição é muito bom", disse. 

Atualmente, ela produz conteúdo em vídeo e imagens solo e também com participação de outros homens para plataformas de conteúdo adulto e ganha £ 12 mil por semana (algo em torno de R$ 75 mil). 

A condição pode causar infertilidade, porém Evelyn já tem dois filhos com seu atual marido: Andrew, de 20 meses, e uma filha, Georgia, de oito meses. (Com informações de "DailyMail")  

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!