Indulto

EUA libertam 'testa de ferro' de Maduro em troca de dez americanos na Venezuela

Como parte do acordo, a Venezuela extraditou Leonard Glenn Francis, um empresário da Malásia que se declarou culpado no pior escândalo de corrupção na história da Marinha dos EUA

Por Agências
Publicado em 20 de dezembro de 2023 | 17:25
 
 
 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, decidiu conceder um "indulto" a Alex Saab, suposto testa de ferro do mandatário venezuelano Nicolás Maduro, em troca de dez americanos presos na Venezuela, informaram altos funcionários americanos nesta quarta-feira (20).

O empresário colombiano, acusado de atuar como "laranja" do presidente da Venezuela, era réu por lavagem de dinheiro. Detido em Cabo Verde em junho de 2020 e extraditado aos Estados Unidos em outubro de 2021, Saab aterrissou no aeroporto internacional de Maiquetía, que serve Caracas, por volta das 15h45 locais (16h em Brasília), acompanhado por Jorge Rodríguez, chefe da delegação do governo Maduro nas negociações com a oposição e os Estados Unidos que levaram à libertação do empresário.

Como parte do acordo, a Venezuela extraditou Leonard Glenn Francis, conhecido como "Fat Leonard", um empresário da Malásia que se declarou culpado no pior escândalo de corrupção na história da Marinha dos Estados Unidos. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!