Explicações

STF faz renovação de intimação para Alê Silva explicar suposta ameaça de morte

Caso teria ocorrido no dia 7 de janeiro de 2022

Por Da redação
Publicado em 24 de janeiro de 2024 | 20:58 - Atualizado em 10 de junho de 2024 | 16:57
 
 
 

 

A ex-deputada Alê Silva (Republicanos-MG) teve uma intimação renovada pelo ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Alê terá que dar explicações sobre uma ameaça de morte que teria recebido de um homem que seria apoiador do deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PL), à época ministro do Turismo. O caso teria ocorrido no dia 7 de janeiro de 2022, quando a então deputada teria recebido uma ligação de uma pessoa que não se identificou mas disse ser apoiador de Marcelo Álvaro Antônio.

O relator do caso, ministro Nunes Marques, determinou a intimação tanto de Alê Silva quanto de Marcelo Álvaro Antônio, em junho de 2023. Nunes Marques pediu para a ex-parlamentar apresentar elementos que comprovassem a materialidade do crime.

Alê não foi encontrada no endereço indicado, o que fez a Procuradoria-Geral da República (PGR) pedir a renovação da intimação. O pedido foi atendido por Barroso nesta terça-feira (23).

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!