DATATEMPO

Deputado estadual Mauro Tramonte venceria em todos os cenários de 2º turno em BH

Pré-candidato à PBH derrotaria todos os adversários, aponta pesquisa

Por Gabriel Ferreira Borges
Publicado em 11 de junho de 2024 | 06:00
 
 
 


O deputado estadual Mauro Tramonte (Republicanos) seria eleito prefeito de Belo Horizonte hoje, em qualquer cenário de segundo turno entre os que foram testados na pesquisa DATATEMPO realizada entre 31 de maio e 3 de junho. À frente do segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Tramonte lidera a corrida com 22,8% das intenções de voto.

Os cenários estimulados de segundo turno incluíram os cinco primeiros colocados na pesquisa DATATEMPO de abril (TRE-MG 02336/2024) e o deputado estadual Mauro Tramonte, que foi o primeiro colocado na última pesquisa em que seu nome foi testado (setembro de 2023).

Em eventual segundo turno contra o deputado estadual Bruno Engler (PL), Tramonte teria 49% dos votos, contra 19,2% do pré-candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Conforme a DATATEMPO, o jornalista teria o apoio de eleitores do deputado federal Rogério Correia (PT) e daqueles que teriam preferência pelo ex-deputado estadual João Leite (PSDB) ou Fuad Noman (PSD).

Tramonte teria os mesmos 49% de intenções de voto contra Fuad, que, neste cenário, teria 20,1%. Em um segundo turno contra o prefeito, o deputado estadual teria o apoio de aproximadamente metade dos eleitores de Engler e de João Leite, além da maioria dos eleitores do senador Carlos Viana (Podemos). Fuad, por outro lado, receberia pouco mais de um terço dos votos de Correia. A maior parte dos eleitores da deputada federal Duda Salabert (PDT) e da deputada estadual Bella Gonçalves (PSOL) votaria em branco ou nulo.

Já em um cenário contra Correia, as intenções de voto de Tramonte saltariam para 51,2%, contra 16,9% do deputado federal. O crescimento do jornalista seria provocado pela migração da maioria dos votos de Viana, pouco mais da metade de Engler e mais de 41% de Fuad, além de parcela dos votos dos outros pré-candidatos. Apenas parte dos eleitores de Bella e Duda migraria para Correia. 

A analista da pesquisa DATATEMPO, Bruna Assis, atribui o desempenho de Tramonte ao fato de ele ser o pré-candidato com o maior potencial de conquistar votos, já que eleitores de outros pré-candidatos o veem como uma opção viável. “É notável ainda a habilidade do jornalista de mobilizar diversas bases de eleitores, angariando tanto apoiadores mais alinhados à direita, que votaram em Bolsonaro em 2022, quanto aqueles que optaram por Lula, além dos que votaram em branco ou nulo”, avalia ele.

Aqueles que com certeza votariam em Tramonte somam 30,8%. Outros 29,8% admitiram que poderiam votar nele. Por fim, 25,2% não votariam de jeito nenhum, e 13,6% não o conhecem o suficiente. Segundo a DATATEMPO, ele tem 60,6% de possibilidade de crescimento somados os índices de quem com certeza votaria nele e quem poderia votar. O segundo mais bem avaliado é Viana: 47,3% de possibilidade de crescimento.

Pesquisa DATATEMPO contratada pela Sempre Editora. Foram realizadas 1.200 entrevistas domiciliares de 31 de maio a 3 de junho de 2024. A margem de erro é de 2,83 pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%. O registro da pesquisa junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é MG-06115/2024.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!