Obsessão

Hulk explica importância de ganhar a Libertadores pelo Galo

O Galo volta a campo pela competição continental nesta quinta-feira (19), às 19h, contra o Independiente Del Valle

Por Giovanna Pires
Publicado em 18 de maio de 2022 | 19:43
 
 
 
normal

A competição que faltou para o elenco multicampeão do Atlético em 2021 virou o grande sonho para a atual temporada, sem menosprezar os outros torneios. Nesta quinta-feira (19), o Galo volta às atenções para a competição continental, contra o Independiente Del Valle, às 19h, pela penúltima rodada do Grupo D, diante de muito frio no Mineirão. 

Muito perto de confirmar a classificação às oitavas de final, o atacante Hulk ainda pensa na eliminação de forma invicta para o Palmeiras, na semifinal da Libertadores 2021. O Galo, campeão em 2013, busca o bicampeonato, mas o artilheiro, que disputou pela primeira vez uma competição na América do Sul com o Atlético no ano passado, quer o seu primeiro título continental. 

Leia mais: Libertadores: saiba data do sorteio das oitavas de final; veja

“Todas as competições são importantes. Só que a gente sempre quer ganhar o que não tem. Eu sonho com essa Libertadores, não só eu, mas todos os meus companheiros. A gente sabe, até porque se chama ‘a glória eterna'. Todos os times que jogam querem ganhar, ser o melhor da América”, afirmou Hulk. 

Campeão do Brasileirão na temporada passada, após 50 anos de espera, o Atlético também tem o campeonato nacional como foco. Nas palavras do artilheiro alvinegro, um ano perfeito incluiria a conquista das duas competições: o Brasileiro e a Libertadores. Apesar disso, Hulk reconhece as dificuldades que a equipe terá ao longo da temporada. 

“Pela história que tem, o clube que é, o tamanho desse clube, eu falo, porque vivencio isso aqui, é um clube que merece muitos mais brasileiros. Conseguir ganhar o segundo depois de 50 anos é muito tempo. A gente também sabe a importância desse brasileiro, então também acho que é isso, seria um ano perfeito. Seria o Brasileiro e a Libertadores, mas nada é fácil. Temos que trabalhar bastante, ter humildade e reconhecer que vamos matar um leão a cada treino e três por jogo”, contou. 

Leia mais: Hulk minimiza ausência em lista da seleção: 'foco maior é estar bem no Galo'

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!