Fase de grupos

Peñarol, Rosario e Caracas: saiba mais sobre rivais do Atlético na Libertadores

Time uruguaio é o mais tradicional, com cinco títulos do continente, mas não demonstra mais a força de outros tempos

Por O Tempo Sports
Publicado em 18 de março de 2024 | 23:06
 
 
 

O caminho do Atlético na fase de grupos da Copa Libertadores foi definido na noite desta segunda-feira (18/03), em sorteio na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai. Peñarol (Uruguai), Rosario Central (Argentina) e Caracas (Venezuela) serão os adversários do Galo.

Saiba mais sobre eles:

Peñarol

Terceiro maior campeão da Libertadores, com cinco títulos, o Peñarol é o mais tradicional dos adversários do Atlético, mas, nos últimos anos, não tem demonstrado a força de décadas anteriores.

Em 2023, sequer disputou o principal torneio continental e teve de se contentar com uma campanha pífia na Copa Sul-Americana: ficou em último lugar no Grupo F, perdendo as seis partidas que disputou.

Na atual temporada, lidera o Campeonato Uruguaio, com 100% de aproveitamento nas cinco rodadas, e conta com velhos conhecidos do futebol mineiro.

Um deles é o técnico Diego Aguirre, que comandou o Galo em 2016. Outro ex-atleticano por lá é o lateral-esquerdo Lucas Hernández, que defendeu o Galo em 2019 e 2020. Além disso, o time uruguaio conta com dois jogadores que estiveram no América no ano passado: o goleiro Washington Aguerre e o volante Javier Méndez.

Rosario Central

O Rosario Central busca seu primeiro título da Libertadores. Em competições continentais, a melhor campanha foi em 1995, com a conquista da Copa Conmebol justamente sobre o Atlético, adversário na final.

A equipe é a oitava colocada do Campeonato Argentino, com 14 pontos em dez jogos, e tem como um dos destaques o meia Ignacio Malcorra, de 36 anos.

No comando, conta com o experiente técnico Miguel Ángel Russo, com passagens por grandes clubes do continente, como Racing (Argentina), Millonarios (Colombia), Alianza Lima (Peru) e Cerro Porteño (Paraguai) e ostenta o título de campeão da Libertadores com o Boca Juniors, em 2007.

Caracas

Sem título continental, o Caracas é o oitavo colocado do Campeonato Venezuelano, com nove pontos em sete jogos. O elenco é praticamente todo formado por jogadores nascidos no país e de currículos modestos.

O Caracas exigirá do Atlético a viagem mais longa nesta primeira fase. São cerca de 6,1 mil km entre Belo Horizonte e a capital venezuelana.

Sequência de jogos

A Conmebol já definiu datas que servem de base para saber em que semana serão os duelos. Confira:

1ª rodada
03/04 – Caracas x Atlético, na Venezuela

2ª rodada
10/04 – Atlético x Rosario Central, na Arena MRV

3ª rodada
24/04 – Atlético x Peñarol, na Arena MRV

4ª rodada
08/05 – Rosario Central x Atlético, na Argentina

5ª rodada
15/05 – Peñarol x Atlético, no Uruguai

6ª rodada
29/05 – Atlético x Caracas, na Arena MRV

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!