Isabelly Morais
@otempo
23/09/20
06h00

Desempenho

Contratações do Atlético: como cada pedido de Sampaoli tem rendido no Galo

Argentino conseguiu nove reforços e a manutenção de Nathan desde que chegou ao clube

Léo Sena não teve muitas oportunidades, enquanto Alonso foi titular em todas as partidas desde que chegou ao Galo — Foto: Montagem: O Tempo / Fotos: Divulgação/Atlético
Isabelly Morais | @otempo
23/09/20 - 06h00

O Atlético contratou nove jogadores desde que Jorge Sampaoli assumiu o clube e ainda adquiriu em definitivo os direitos do meia Nathan por um pedido do argentino. De titulares a atletas sem oportunidades, as apostas de Sampaoli tiveram desempenhos diferentes. O Super.FC fez um balanço das contratações a pedido do treinador. 

Curiosamente, o primeiro reforço da 'Era Sampaoli' no Galo sequer permaneceu no time. O volante Léo Sena foi emprestado ao Spezia, da Itália, em contraste por exemplo ao zagueiro Júnior Alonso. O paraguaio se firmou na equipe e é um dos destaques do elenco. Veja abaixo o balanço das 'apostas de Sampaoli'.

Everson - última contratação do Atlético, o goleiro trabalhou com Jorge Sampaoli no Santos e já fez duas partidas pelo clube mineiro, contra Bragantino e Atlético-GO. No primeiro, substituiu o suspenso Rafael. Mas, contra o Dragão, foi opção do argentino e deve seguir na meta. Everson já fez boas defesas e tem se destacado pela saída de bola e o jogo com os pés, tendo boa precisão nos passes.

Mariano - o lateral ainda não encaixou grande sequência e boas atuações para garantir titularidade no corredor direito como Guilherme Arana assumiu na esquerda, por exemplo. O experiente lateral tem alternado com Guga nas escolhas de Sampaoli, tendo atuado em nove partidas pelo Galo. Em cinco, saiu do banco no decorrer dos jogos e em quatro começou entre os 11.

Júnior Alonso - se teve uma aposta de Sampaoli que deu certo, foi Júnior Alonso. O zagueiro paraguaio tem garantido atuações muito sólidas na defesa atleticana e foi titular de todos os jogos do Galo desde que chegou ao clube, com a retomada do futebol. É o jogador com a maior sequência de titularidade sob comando de Sampaoli do atual elenco (16 partidas). 

Bueno - diferentemente de Alonso, que vem em grande sequência, Bueno ainda não teve muita chance de mostrar seu futebol na zaga do Galo. Depois de uma carreira profissional toda ligada ao Japão, o brasileiro foi repatriado pelo Atlético, mas só entrou em campo duas vezes. Nas duas, contra Flamengo e Coritiba, saiu do banco de reservas.

Léo Sena - contratado junto ao Goiás, o volante não foi muito acionado por Sampaoli e acabou negociado com o Spezia, da Itália, por empréstimo. Léo Sena fez apenas três partidas pelo Atlético, nenhuma delas começando entre os titulares.

Alan Franco - o meia deixou o Equador em um momento muito difícil, logo depois da perda do pai. Demorou um pouco a engrenar, mas conseguiu boas atuações na final do Mineiro e seguiu sustentando um bom desempenho. Mesmo que Sampaoli não tenha um time titular, Franco pode ser considerado como um dos mais escolhidos pelo argentino.

Nathan - o meia não foi uma aquisição na 'Era Sampaoli' porque já estava no elenco antes da chegada do argentino. Apesar disso, em reta final de empréstimo junto ao Chelsea, Sampaoli pediu a permanência de Nathan, adquirido em definitivo pelo Galo após uma sucessão de empréstimos. O atleta chegou a ser o destaque do time antes de lesionar, em agosto, e retornou nos últimos dois jogos. Mesmo com o tempo parado, já voltou a marcar e é o artilheiro do time no ano, além de referência na armação.

Eduardo Sasha - mesmo sem perfil de um clássico 9 goleador, Sasha chegou ao Atlético com a expectativa de repetir o bom desempenho que teve com Sampaoli no Santos em 2019. O atacante terminou o Brasileiro como artilheiro do Peixe e ainda busca se firmar no Galo. Em oito partidas, marcou apenas dois gols, na final do Mineiro e pelo Brasileiro.

Marrony - contratação mais cara do Galo na pandemia, o atacante deixou o Vasco buscando novos ares em Minas. Até a chegada de Sasha, foi a opção de Sampaoli mais centralizada no ataque. Agora, tem entrado eventualmente no time.

Keno - o experiente atacante tem apresentado bons números e vive um momento interessante. No último jogo do Atlético, contra o Atlético-GO, marcou três gols e protagonizou o primeiro hat-trick do Brasileiro. Keno é um dos jogadores mais participativos do Galo e lidera, por exemplo, participações diretas em gols, passes decisivos, dribles certos e finalizações na equipe no Brasileiro.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000