Thiago Nogueira e Giovanna Pires
@otempo
23/04/21
11h16

Déficit

Dívida do Galo chega a R$1,2 bilhão. Confira o perfil do endividamento

No evento Galo Business Day, os débitos do clube foram detalhados

Thiago Nogueira e Giovanna Pires | @otempo
23/04/21 - 11h16

A dívida do Atlético referente ao ano base de 2020 é de R$1,209 bilhão. O número foi apresentado nesta sexta-feira (23), no Galo Business Day. Em 2019, a dívida atleticana era de R$ 747 milhões.

O clube investiu R$ 253 milhões na formação do elenco, o que representa 55% do aumento da dívida. Os outros R$ 209 milhões do aumento da dívida (45%) se refere ao financiamento do déficit de caixa.

A dívida do Galo tem o seguinte perfil:

- 36% não oneroso: empréstimos dos apoiadores e investimentos em atletas

- 42% oneroso: dívidas passivas, dívidas bancárias e processos da Fifa

- 22%: Profut e parcelamento de impostos

O resultado final do exercício de 2020 foi positivo de R$ 19 milhões. O clube entende que, apesar do aumento do endividamento, o valor de mercado do elenco também aumentou. Em 2019, o elenco valia R$ 197 milhões. Com os investimento, o valor saltou para R$ 630 milhões. Apesar da dívida, o Atlético destaca que tem um patriônio que supera esse valor. Segundo cálculos, o patrimônio é de R$ 1,3 bilhão.

Mesmo com o valor alto da dívida, o clube planeja zerar até 2026.

"Aquele passivo oneroso não é culpa da gestão anterior, o clube vem acumulando déficit há anos. A dívida do passado cresce todo ano. O Atlético tem que interromper isso, tem patrimônio. Nos últimos 12 meses, pagou R$100 milhões de Fifa e dinheiro adiantado da Fifa até 2023. O ProFut é uma dívida de baixo custo e longo prazo. Os 4 Rs, de fato a gente vem apoiando nessa transição e em algum momento tem que caminhar com pernas tortas. O Ricardo (Guimarães) vem ajudando o clube há 20 anos. A dívida com ele está hoje em R$105 milhões e uma nova rodada de negociação. E nossa família está apoiando. A gente não quer dar o dinheiro a vida inteira. Em 2026, o Atlético vai estar com a dívida zerada, sobrando só o Profut, limpando o oneroso e depois limpando o passivo com os apoiadores", disse Rafael Menin.

“O Atlético tem um patrimônio enorme. Com trabalho, disciplina e administração. O projeto é difícil, a fotografia não é bonita, mas temos um time de pessoas competentes e de grande destaque do futebol brasileiro”, disse o empresário.

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000