Fernando Martins y Miguel
@martinsymiguel
05/12/21
17h59

Histórico

Galo faz a festa do bi com direito a vitória, recorde e golaço sobre Bragantino

O Atlético levou susto, mas passeou diante do time paulista e fecha a campanha como mandante com 16 triunfos seguidos

Fernando Martins y Miguel | @martinsymiguel
05/12/21 - 17h59

A despedida do Atlético como mandante do Campeonato Brasileiro foi como manda o figurino: com uma vitória do campeão brasileiro de 2021. Uma festa inesquecível para uma torcida que bateu o recorde de público (61.573), não parou de cantar e vibrou como nunca a conquista depois de 50 anos de jejum.

O jogo era o pano de fundo para a celebração do bicampeonato. Mas o melhor mandante brindou seu torcedor com mais um triunfo. Incontestável.


Keno quis premiar a Massa, que não esteve presente em Salvador e não pôde ver de perto os dois gols que garantiram o título contra o Bahia. Por isso, tratou de abrir o placar e carimbar a festa. Delírio no Mineirão.

Mas Ytalo quis ser o penetra na festa alvinegra. E empatou o jogo. A torcida do Galo nem sentiu o golpe e cantou mais forte no segundo seguinte. E Arthur tabém entrou na lista dos 'estraga-prazeres', no início e no final do segundo tempo. Mas os torcedores gritavam ainda mais alto 'bicampeão, bicampeão'.

O resultado, pouco importava. Mas é claro que uma vitória encerraria com chave de ouro a brilhante campanha do melhor mandante do Campeonato Brasileiro. Zaracho, após bela jogada de Keno, deixou tudo igual novamente.

E o 16º triunfo seguido no Mineirão veio e foi a cereja do bolo do bicampeonato. Jogada de jogadores fundamentais ao longo de toda temporada. Keno para Hulk para Zaracho que achou Savarino, que completou de cabeça.

Mas o 'grand finale' tinha que ser dele. Givanildo Sousa Vieira. O mais novo ídolo da torcida alvinegra. O artilheiro da competição. Hulk driblou o marcador e deu um toque de categoria sobre Cleiton para sacramentar um dos capítulos mais lindos da história do Atlético.


Atlético 4 x 3 Bragantino
Motivo: 37ª rodada do Campenato Brasileiro 2021
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Gols: Keno, Zaracho, Savarino e Hulk (A); Ytalo e Arthur (2)(B)
Cartões amarelos: Aderlan, Arthur (B)
Público: 61.573

Atlético
Everson; Mariano, Nathans Silva, Alonso e Arana; Jair (Allan), Tchê Tchê (Alan Franco), Zaracho e Nathan (Savarino); Diego Costa (Hulk) e Keno. Técnico: Cuca

Bragantino
Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Luan Cândido; Jadsom, Emi Martínez (Praxedes), Artur e Helinho; Ytalo e Cuello (Bruno Tubarão). Técnico: Maurício Barbieri

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000