Fernando Martins y Miguel
@martinsymiguel
22/07/21
09h50

Libertadores

Galo x River Plate: lado esquerdo titular será o grande reforço para as quartas

Depois de eliminar o Boca Juniors sem seus principais jogadores do setor, Atlético terá a volta dos donos das posições tanto na defesa quanto no ataque

Fernando Martins y Miguel | @martinsymiguel
22/07/21 - 09h50

O torcedor do Atlético que acompanhou o primeiro tempo de Brasil x Alemanha na estreia  da seleção masculina de futebol nas Olimpíadas de Tóquio na manhã desta quinta-feira (22) não deve se conter de saudades do lateral-esquerdo Guilherme Arana.

Com uma assistência, passes para finalizações e um futebol ofensivo, o jogador do Galo fez o atleticano relembrar que possui um dos jogadores mais eficientes da lateral esquerda e que estará de volta no duelo contra o River Plate, pelas quartas de final da Taça Libertadores.

Caso a seleção brasileira chegue à disputa da medalha de ouro, Arana ficará no Japão até o dia 7, data da final. Como a partida de ida contra o River Plate, em Buenos Aires, incialmente está marcada para o dia 11 de agosto, Arana será reforço e voltará a ocupar seu lugar no time de Cuca. O jogo de volta está marcado para o dia 18.

Aliás, não só Arana estará de volta para os jogos contra os argentinos, mas também o atacante Keno. O jogador faz fisioterapia intercalada com atividades no campo e se recupera bem da lesão muscular que teve na coxa direita.

Apesar de não viver seu melhor momento ao longo da temporada 2021, Keno é um jogador muito importante para o setor ofensivo, já que divide com Savarino o 'desafogo' em jogadas individuais e de velocidade, além de formar uma boa parceria com Arana pelo lado esquerdo, onde é importante para a recompsoição defensiva, além de ter um entrosamento desde o ano passado com o lateral nas descidas para o ataque.

Em 2021, Keno fez 25 jogos pelo Atlético e marcou apenas dois gols. Já Arana marcou quatro vezes em 32 jogos pelo Galo na temporada.

Boca

Nos jogos contra o Boca Juniors, tanto na Argentina quanto no Mineirão, o Galo atuou sem seu lado esquerdo titular. Com isso, o time sentiu a falta de Arana e Keno, tanto na defesa, já que Alonso atuou como lateral na Bombonera e o time teve dificuldades pelo setor.

No ataque, Zaracho caía pela esquerda em alguns momentos, mas seu melhor rendimento é a composição do meio-campo.

Já no duelo de volta, Dodô, que havia se recuperado de lesão muscular, compôs a defesa e o time não sofreu por ali, porém, seguiu sem alternativas para levar grande perigo pelo lado esquerdo ofensivo.

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000