Thiago Nogueira
@SuperFCoficial
06/11/19
22h00

Com o brilho da base

'Meninos' Marquinhos e Bruninho marcam e Galo bate o Goiás no Mineirão

Crias da base atleticana, os jogadores foram colocados em campo durante a partida e foram essenciais para a vitória

Thiago Nogueira | @SuperFCoficial
06/11/19 - 22h00

Respiro. Depois de três jogos sem vitória – e apenas um pontinho somado – , o Atlético, enfim, deu mostras de reação em meio a um momento crítico na temporada. De volta ao Mineirão, e com apoio e cobrança de 38 mil atleticanos, o Galo se reencontrou com a vitória pelos pés da garotada:  Marquinhos, de 20 anos, e Bruninho, de 19, marcaram os gols da vitória de 2 a 0 sobre o Goiás, nesta quarta-feira (6), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Se nos últimos dias, a torcida vez campanha nas redes sociais e pediu trégua nas cobranças sobre jogadores e diretoria em prol dos 45 pontos – número “mágico” considerado pelos matemáticos que evitaria rebaixamentos –, então, agora, só faltam seis. O alvinegro chegou aos 39 pontos, oito a mais que o Fluminense, o primeiro do Z-4, que entra em campo nesta quinta-feira (7), fora de casa, contra o São Paulo. 

Sem Nathan e Guga, machucados, Vagner Mancini optou pela experiência de Elias e Fábio Santos, que tinham perdido a condição de titulares. Livres de suspensão, Cazares e Otero receberam nova chance, formando o ataque gringo com Di Santo. 

A torcida comprou a ideia e fez sua parte. Em campo, a equipe partiu pra blitz. Em 20 minutos, Tadeu já tinha feito cinco defesas difíceis. Com 30 min, já somava 13 finalizações, quase uma a cada dois minutos. Com intensidade, trocação de bola e com chutes de longe, o Galo fazia um jogo que há muito não fazia. Faltava o mais importante: o gol, o que não aconteceu na primeira etapa. 

Destoante do restante da equipe, Elias foi sacado no intervalo. Marquinhos entrou e, com 8 min, fez o Gigante explodir. Foi o primeiro gol do garoto em nove partidas pelo profissional, logo em seu primeiro jogo no Mineirão. Há pouco mais de um mês, jogava para “200 pessoas” na base, como ele mesmo disse durante a semana. 

O gol deu a tranquilidade que o time queria. O Galo se postou e viu a equipe esmeraldina, enfim, buscar algo na partida. Bruninho, que tinha entrado no lugar do apagado Cazares, desperdiçou chance incrível de matar o jogo aos 35 min, mas, aos 48 min, não desperdiçou. O Atlético saiu de campo sem ser vazado, algo raro no ano.

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000