Isabelly Morais
@otempo
29/09/20
06h00

Nas contas do argentino

Sampaoli dá pistas de preferências e começa a firmar base titular no Galo

Treinador tem por característica a sequência de mudanças nas formações iniciais, mas repetições têm mostrado as preferências do argentino

Isabelly Morais | @otempo
29/09/20 - 06h00

Cada escalação do técnico Jorge Sampaoli é uma surpresa no Atlético. Apesar disso, a imprevisibilidade das escolhas do argentino já foi maior em outros momentos. Com a sequência do Galo, o treinador tem firmado uma base titular e demonstrado suas preferências em cada posição. Já é possível ter um esqueleto do que é o time titular do Atlético. 

No gol, Everson assumiu o lugar de Rafael. Ele foi opção quando Rafael estava suspenso, contra o Red Bull Bragantino, mas continuou como titular, contra Atlético-GO e Grêmio. Na lateral-direita, Guga parece ter a preferência do argentino, tendo participado de 15 dos 18 jogos de Sampaoli. Mariano não conseguiu convencer nas oportunidades que teve.

Na zaga, Júnior Alonso é intocável. O paraguaio participou de todos os jogos do Atlético desde que chegou e foi titular em 17 dos 18 duelos do Galo sob comando do argentino. A opção mais usada para fazer dupla com Alonso tem sido Réver, situação que aconteceu 11 vezes. Igor Rabello pode ser considerado a terceira opção, com Gabriel, Bueno e Gustavo Henrique na sequência dessa escala de preferência de Sampaoli.

Na lateral esquerda, há outro nome quase intocável. Guilherme Arana só ficou de fora de três jogos do Atlético sob comando de Sampaoli, um em que cumpriu suspensão e dois em que foi poupado. Fábio Santos é o reserva imediato, mas só entrou uma vez, com Sampaoli improvisando nas outras. 

No meio-campo, os volantes Jair e Allan têm a preferência de Jorge Sampaoli. O treinador tem optado por um ou outro na maioria das vezes, eventualmente com os dois entre os titulares. Tudo depende de quem Sampaoli tem para usar mais à frente, na armação da equipe.

Com Nathan retornando, tem-se um titular absoluto. Sampaoli gosta do meia, que ficou um mês lesionado. De volta, começou entre os 11 contra o Grêmio e deve seguir no time. Na configuração com Nathan, quando opta por apenas um volante, Sampaoli tende a colocar Alan Franco no meio também. O equatoriano, inclusive, foi o escape com a lesão de Nathan, quando o time acostumou a jogar com dois volantes. 

No ataque, a formação mais usada por Sampaoli até então foi um trio. Antes, Savarino, Keno e Marrony vinham se firmando como a opção mais usada, mas com a chegada de Sasha esse cenário parece ter mudado. Savarino, Keno e Sasha foram escolhidos em três dos últimos cinco jogos do time. 

Sampaoli ainda não repetiu escalação no Atlético, com 18 formações distintas desde que chegou ao clube. Atualmente, é possível dizer que a base titular do time tem Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Allan), Alan Franco e Nathan; Savarino, Keno e Eduardo Sasha.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000