Fernando Martins Y Miguel
@martinsymiguel
12/08/20
10h56

Bom início

Análise: Cruzeiro, do troco imediato, paga débito e vai em busca do crédito

Time de Enderson Moreira tem precisado de, no máximo, quatro minutos, para responder gols sofridos e vislumbra futuro promissor na Série B

Fernando Martins Y Miguel | @martinsymiguel
12/08/20 - 10h56

'Tá pago!'. Quem não leu uma legenda dessa em uma foto de alguém nas redes sociais quando esse alguém se sacrificou em uma corrida, um exercício físico ou passou por alguma etapa na vida? Pois bem, essa legenda cabe perfeitamente no retrato do Cruzeiro após as duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B.

São apenas dois jogos da disputa, mas que representam muito para o time celeste. Primeiro, porque as duas vitórias fizeram com que a equipe não deva mais pontuação na competição. Por ter sido condenado com -6 pontos na tabela por não cumprir o prazo de pagamento por dívida referente à contratação do volante Denílson, a Raposa pagou o débito que tinha com os triunfos sobre o Botafogo-SP e Guarani.

E um fato curioso no pagamento desse débito foram os trocos imediatos. Dos três gols sofridos nos dois jogos pela Série B até aqui, o Cruzeiro não demorou mais do que quatro minutos para empatar ou passar a frente no placar.

As respostas foram imediatas e vieram com bastante emoção. Na estreia, ao sofrer o gol de empate do Botafogo-SP, no Mineirão, aos 40 minutos do segundo tempo, o Cruzeiro viu Jean decretar a vitória dois minutos depois.

Em Campinas, nesta última terça-feira (11), o time celeste tomou gol logo aos dois minutos de partida e, logo aos seis, empatou o jogo com Régis. Já no segundo tempo, quando o Bugre empatou em 2 a 2 (de maneira irregular), a Raposa marcou o gol da vitória dois minutos depois, com Léo.

Melhora

O time de Enderson Moreira apresentou algumas falhas nesses dois primeiros jogos. O que é normal para o início de trabalho do treinador, que ainda terá a chegada de atletas para estrear. Mas o poder de reação e a adaptação rápida a esse tipo de competição são os trunfos do Cruzeiro que fizeram com que o time diminuísse para quatro pontos a distância do G-4.

Entre as falhas, as que chamaram a atenção foram as coberturas de espaços dos laterais, o recuo da marcação no segundo tempo do jogo contra o Guarani, a dificuldade de armação de jogadas ofensivas na segunda etapa e a desvantagem na bola aérea defensiva durante a pressão do Bugre no segundo tempo.

Correção de posicionamento dos volantes, melhora de ritmo de Giovanni, entrada de peças ofensivas para auxiliar Régis e Marcelo Moreno já deixará um Cruzeiro bastante competitivo para a longa caminhada em busca do acesso.

Sem pontos a dever, o trabalho de Enderson Moreira se mostra promissor por entender as dificuldades da Série B e vencer os obstáculos. No momento, o mais importante é somar pontos, mesmo que o futebol não seja vistoso.

Trabalhar em cima de vitórias é o ponto fundamental para que o treinador tenha tranquilidade de impor sua filosofia e fazer testes para encontrar as peças ideias para deixar o time pronto para a disputa da competição.

 

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000