Da Redação
@otempo
05/05/21
22h14

Negócio

Cruzeiro nega que tenha definição para repassar a sede ao Ministério Público

Cruzeiro reafirma que busca alternativas para rentabilização dos cofres, seja em modelo de locação ou de venda de imóvel, mas nega que tenha chegado a alguma definição

Luxuosa sede no Barro Preto pode ser mais uma forma de renda para o clube — Foto: Cruzeiro / Site Oficial / Divulgação
Da Redação | @otempo
05/05/21 - 22h14

No início do último mês de fevereiro, o Cruzeiro deixou a sede administrativa do Barro Preto e se mudou para a WeWork, empresa de coworking situada no Boulevard  Shopping, no bairro Santa Efigênia. A justificativa da diretoria para a transferência foi reduzir custo.

Na noite desta quarta-feira, surgiu a notícia de que o imóvel da rua Timbiras será desapropriada para se tornar uma das sedes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Em contrapartida, a Raposa receberia R$ 40 milhões. 

Procurado, o Cruzeiro não confirmou a operação, mas ressaltou que tem buscado alternativas para “rentabilização os cofres, seja em modelo de locação ou de venda, condicionada neste último caso (venda) à apreciação e aprovação do Conselho Deliberativo”.

O procurador geral de Justiça, Jarbas Soares Júnior, abordou o assunto em sua conta no Twitter.

"Quanto à notícia divulgada -aquisição da sede do Cruzeiro
informo que o MPMG procura, sim, imóvel para seu novo órgão de investigação do dinheiro público desviado, inclusive para locação. Há inúmeras opções. A do Barro Preto será possível se também for bom para o Cruzeiro", postou.

Confira a nota do Cruzeiro

“É público que a diretoria do Cruzeiro não tem medido esforços para cortar gastos e buscar novas receitas, com o intuito de oxigenar a saúde financeira do Clube.

Além de significar uma economia importante para a instituição, a mudança da Sede Administrativa sempre teve entre seus objetivos a oportunidade de rentabilização para os cofres do Cruzeiro, seja em modelo de locação ou de venda, condicionada neste último caso (venda) à apreciação e aprovação do Conselho Deliberativo.

A diretoria tem estudado de forma responsável e minuciosa diversas propostas e consultas realizadas, mas ressalta que ainda não há uma definição”.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000