Daniel Ottoni
@dottoni
11/08/20
10h41

Fome de corrida

Português campeão da Formula E de olho em vaga na Stock Car

Antonio Felix da Costa já disputou provas no cenário brasileiro e foi bem; ele quer repetir a dose aproveitando o longo período sem compromissos oficiais

Português conseguiu primeiro título na categoria de forma antecipada — Foto: Divulgação - Fórmula E
Daniel Ottoni | @dottoni
11/08/20 - 10h41

O mais novo campeão da Fórmula E, o português Antonio Felix da Costa, mostra-se incansável e com fome de novas disputas mesmo após as seis corridas em nove dias que vão fechar a temporada da competição de carros elétricos nesta quinta-feira. Para trazer mais segurança para todos os envolvidos, a organização criou uma 'bolha' com todos eles se reunindo, sem a presença de torcida, em estrutura montada no aeroporto de Berlim, na Alemanha, palco das últimas corridas. O primeiro título do português veio durante a sequência de provas, de forma antecipada. 

Enquanto muitos pilotos pensam em descansar após uma temporada que sofreu uma pausa por causa da pandemia do coronavírus, Felix da Costa já mira novos objetivos e um deles está no território brasileiro. Ele reforçou, nesta terça-feira, sua vontade de estar presente novamente na Stock Car, competição que já contou com sua participação.

"A Fórmula E deve retornar somente em janeiro, daqui já tenho mais duas provas para participar pelo Mundial de Endurance. Mas estou acostumado a correr três a quatro vezes por mês, será estranho ficar muito tempo parado. Se tiver um lugarzinho disponível pra mim na Stock Car, quero muito participar. Pego um avião e chego lá rapidamente", comenta. Ainda não há uma previsão sobre retorno da prova brasileira. 

Antonio não só esteve presente na disputa como foi bem, conseguindo seguidos pódios. Em 2018, chegou a liderar a prova, antes de terminar na terceira posição, sendo 'punido' pela falta de experiência na categoria diante de concorrentes mais habituados com o formato. 

É justamente a busca por diferentes experiências que move o português "Quanto maior a experiência e diversificação de um piloto, mais ele se aperfeiçoa, independentemente do formato. Algumas provas você divide com mais dois caras, outras têm regras diferentes, a Fórmula E tem todas as disputas no mesmo dia. Sou um cara que gosta de sair da zona de conforto e quanto mais isso acontece, mais se aprende, inclusive com os erros. Isso nos torna pilotos mais completos e acho que hoje consigo participar de forma tranquila de vários tipos de provas", analisa.  

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000