Daniel Ottoni
@dottoni
05/03/21
20h26

Força do grupo

Itambé Minas fecha returno com vitória das reservas sobre Brasília

As duas equipes voltam a se enfrentar nas quartas de final, com amplo favoritismo das mineiras

Minas terminou em primeiro lugar na competição — Foto: Orlando Bento - MTC
Daniel Ottoni | @dottoni
05/03/21 - 20h26

Em um jogo que não faria diferença na classificação ao final do returno, o Itambé Minas deu chance para as suas reservas contra o Brasília (DF), nesta sexta-feira, na última rodada do returno da Superliga feminina de vôlei. A partida foi uma prévia do confronto já certo das quartas de final entre os dois times, já que o Minas não poderia mais perder a liderança, situação simular ao oitavo posto ocupado pelas adversárias.

Aproveitando o entrosamento de boa parte de jogadoras que treinam diariamente juntas, o Minas mostrou a força do seu grupo com triunfo por 3 a 0 (25/16, 25/23 e 25/23). Mesmo com as suplentes, o Minas foi bem para chegar à 19ª vitória seguida

A ponta Priscila Daroit foi a única titular que começou a partida, atuando ao lado de nomes que tentaram aproveitar, ao máximo, a oportunidade como a jovem líbero Luanna, a levantadora Priscila Heldes e a central Júlia, de apenas 18 anos, eleita a melhor em quadra.

“Fiquei muito feliz em contribuir com o time, de poder ser titular no último jogo desta fase e de ter mostrado o que sei fazer, o que eu venho trabalhando há muito tempo. É muito gratificante e eu só tenho agradecer ao Nicola Negro, à toda comissão técnica e às meninas porque elas me ajudam muito e me dão muita força. Agora, vamos para cima, vamos pegar o Brasília, nas quartas de final, e eu sei que vai dar certo, que a gente vai conseguir porque a gente está trabalhando muito e somos um ótimo time”, comemorou Júlia. 

A oposta Camila Mesquita mostrou que pode ser útil ao elenco ao substituir bem a norte-americana Danielle Cuttino, que será desfalque nas quartas de final. Uma outra novidade foi a entrada de Thaísa como opostas nas inversões. 

O Minas se aproveitou de muitos erros do Brasília no primeiro set para sair na frente com tranquila diferença de pontos. No segundo set, o time do DF diminuiu os pontos de graça para equilibrar o duelo, 'caçando' Luanna na recepção. Com mais volume de jogo, o Brasília esteve perto do empate no 19 a 14 mas permitiu a reação do Minas, que deu o 'bote' na reta final para fazer 2 a 0, contando com boa atuação de Júlia nos bloqueios. 

No terceiro set, o cenário da etapa anterior se repetiu. O Brasília teve 8 a 3 e 10 a 5 no placar mas, novamente, viu o Minas recuperar a desvantagem com boa presença dos seus 'paredões'. O empate nos 10 a 10 deu novo ânimo para as donas da casa, que 

Confira como ficaram os confrontos das quartas de final (times à esquerda com vantagem de fazer dois dois possíveis três jogos dentro de casa).

Itambé Minas x Brasília (DF)
Osasco (SP) x Curitiba (PR)
Praia Clube x São Paulo Barueri (SP)
Sesi Bauru (SP) x Sesc Flamengo (RJ)

As datas e horários da próxima fase ainda serão divulgados pela CBV.   

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000