Amor

Influencer de 17 anos com câncer terminal e esperança de meses de vida se casa

Isabel Veloso diz que o casamento é um dos seus maiores sonhos

Por O TEMPO
Publicado em 13 de abril de 2024 | 16:05
 
 
 
normal

Aos 17 anos e com um diagnóstico de câncer terminal que dá a ela uma perspectiva de vida de poucos meses, a influenciar Isabel Veloso anunciou nas redes sociais que se casou no civil neste sábado (13/04). O casamento é um dos seus sonhos, diz ela, em um vídeo que compartilhou nos stories: “meu sonho sempre foi me casar, desde criança. Acho que eu assistia a muitas novelas, aquelas românticas, em que o sonho da menina era sempre se casar e ter uma família”. Ela também compartilhou fotos do casamento e anunciou que a recepção para convidados será no dia 22 deste mês.

Em um post fixado em seu Instagram (@isabelvelosoo), em que reúne cerca de dois milhões de seguidores, ela se declara para o agora marido, Lucas Borbas. “Dessa vez o câncer conseguiu. Apenas desejo que esses próximos e últimos seis meses sejam os mais felizes e mais sinceros dos nossos corações. Meu amor, hoje eu entendo que não vim ao mundo para ser curada, mas para curar. Mas mesmo assim, saiba que você foi a cura mais bonita da minh'alma. Eu o amo, mais que tudo que possa existir nessa terra. Meu eterno marido, namorado, melhor amigo fiel e companheiro. Até que a morte nos separe. Desde sempre e para sempre. Eu te amo, Lucas Borbas”.

Isabel foi diagnosticada com um linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer do sangue, aos 15 anos. Ela chegou a se tratar com algum sucesso, segundo seus relatos, contudo no início de março deste ano contou aos seguidores que os médicos recomendaram somente cuidados paliativos. Isto é, não existe mais tratamento para curá-la, apenas medidas para aumentar seu conforto. A previsão dos profissionais é que ela tenha, a contar de então, cerca de seis meses de vida.

O caso de Isabel é tão agressivo porque o tumor está localizado entre os dois pulmões, no centro do tórax, espaço onde estão o coração, a traqueia, o esôfago, o timo e parte dos sistemas nervoso e linfático. Desde que foi diagnosticada com câncer pela primeira vez, ela se formou no ensino médio e foi aprovada no vestibular de psicologia.

Além dos grandes acontecimentos de sua vida, como o casamento, Isabel compartilha o dia a dia com seus seguidores. Em um post sobre sua primeira consulta do tratamento paliativo, por exemplo, ela escreve: “na consulta me perguntaram o que eu achava sobre tudo isso e eu só conseguia pensar nas pessoas que eu amo. Pessoalmente talvez eu seja fria e nem consiga chorar, mas meu peito queima por saudades. É irônico dizer que sinto saudades, sendo que sou eu que irei partir. Mas sim, sinto saudades da vida sem nem ter partido, pois sei que jamais poderei ver e sentir essas pessoas sem que seja lá do céu. Jamais irei na faculdade outra vez, jamais irei ver o nascer do sol e tomar um café passado. Vou sentir saudades de poder me irritar com alguma coisa, porque apesar do problema, eu ainda tinha vida”.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!