SEGURANÇA

Carnaval com Pedro Sampaio e É o Tchan!: PM organiza megaoperação em BH

Reforço no efetivo, uso de drones e serviço de inteligência estarão acompanhando todos os blocos deste final de semana (17 e 18 de janeiro)

Por Isabela Abalen
Publicado em 17 de fevereiro de 2024 | 03:06
 
 
 
normal

Após um feriado oficial de Carnaval com queda de ocorrências de importunação sexual, furtos e crimes violentos, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) pretende fechar o último final de semana da festa na capital com o mesmo resultado avaliado como positivo pela corporação. Neste sábado e domingo (17 e 18/2), dois blocos prometem arrastar multidões: o do Pedro Sampaio e o do Comércio com É o Tchan!. Para isso, a PM montou uma mega operação para grandes públicos com reforço do efetivo, controle de drones, uso de inteligência e acesso facilitado ao registro de boletins de ocorrência. 

“A Polícia Militar de Minas Gerais tem uma expertise muito grande no trabalho de grandes públicos, a nossa função é permitir que seja possível curtir com segurança. A proposta para este final de semana é seguir com o mesmo modelo de operação dos grandes blocos, como foi com o ‘Então, Brilha!’ e o ‘Baianas Ozadas’”, afirma o  tenente-coronel Flávio Santiago, chefe do Centro de Jornalismo Policial (CJP). Ele também citou a megaoperação montada para a final da Supercopa, no primeiro domingo de fevereiro. 

Segundo o comandante, durante o cortejo de blocos deste final de semana (17 e 18/2), haverá: reforço no policiamento na rua, com policiais caminhando entre os foliões; plataformas de observação elevada, como uso de drones, monitoramento por câmeras de segurança e reconhecimento facial; e até monitoramento em redes sociais. “Com o patrulhamento nas ruas, o objetivo é que os policiais fiquem próximos aos foliões, podendo ser acionados facilmente. Estaremos em todos os blocos, do momento da concentração até a dispersão, evitando arrastões e quaisquer outros tipos de crimes”, garantiu. 

Os militares nas ruas estarão trocando informações em tempo real com os agentes de inteligência e monitoramento à distância. Durante o feriado oficial de Carnaval, por exemplo, detentos que estavam utilizando tornozeleiras eletrônicas e que não tinham autorização da Justiça para ficar na rua no período noturno foram identificados e presos com o auxílio do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel  (CICC) da PM. Este centro continuará em funcionamento neste final de semana (17 e 18/2). 

“Estamos com a sala de situação e a sala de coordenação e controle montadas, postos de observação elevada, com gestores à frente para resolução de problemas, além da Central de Registro para facilitar a notificação de ocorrências. Isso faz parte da expertise da Polícia Militar para um Carnaval tranquilo e seguro”, afirmou o tenente-coronel Flávio Santiago. 

Veja onde fazer boletins de ocorrência com mais facilidade no Carnaval em BH

A Polícia Militar criou uma Central de Registros para a confecção de boletins de ocorrência durante o Carnaval em Belo Horizonte. O espaço funciona 24h na sede da 6ª Companhia (na rua dos Carijós, nº 758, entre os quarteirões da Av. Paraná e Rua Guarani) até o final dos blocos no domingo (18 de fevereiro). 

Importunação sexual ou furto no Carnaval? Saiba onde buscar ajuda da PM em BH

O primeiro contato do folião deve ser como o militar que está no bloco, para receber a orientação de qual posto de registro é o mais próximo ao local. Para quem está no Centro de Belo Horizonte neste Carnaval, em caso de ocorrência, os atendimentos serão: 

  • Na sede da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, localizada na rua dos Carijós, 758 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!